Cruzex 2013 - Um relato fotográfico PDF Print E-mail
Written by Diego Vieira   
Tuesday, 08 July 2014 00:09

 

 

Conheça as estrelas da última CRUZEX

A cada ano impar o nordeste brasileiro é palco do maior exercício aéreo da América Latina, O Exercício Cruzeiro do Sul ou simplesmente CRUZEX. No  ano de 2013 não foi diferente. Ao lado do Brasil, sete outros países, Canadá, Chile, Colômbia, Equador, Estados Unidos, Venezuela e Uruguai participaram da CRUZEX FLIGHT 2013.

CRUZEX000
CRUZEX000CRUZEX000
CRUZEX001
CRUZEX001CRUZEX001
CRUZEX002
CRUZEX002CRUZEX002
CRUZEX004
CRUZEX004CRUZEX004
CRUZEX005
CRUZEX005CRUZEX005

CRUZEX006
CRUZEX006CRUZEX006
CRUZEX007
CRUZEX007CRUZEX007
CRUZEX008
CRUZEX008CRUZEX008
CRUZEX009
CRUZEX009CRUZEX009
CRUZEX010
CRUZEX010CRUZEX010

CRUZEX011
CRUZEX011CRUZEX011
CRUZEX012
CRUZEX012CRUZEX012
CRUZEX013
CRUZEX013CRUZEX013
CRUZEX014
CRUZEX014CRUZEX014
CRUZEX015
CRUZEX015CRUZEX015

As Cidades de Natal (RN) e do Recife (PE) recebem 86 aviões e nove helicópteros para a realização dessa edição do exercício. O nordeste brasileiro é usado devido ao clima local que é absolutamente favorável em toda a região nessa época do ano. Ali não ocorrem ventos fortes, nevoeiros ou chuvas intensas que possam interferir com a programação de vôos.

CRUZEX016
CRUZEX016CRUZEX016
CRUZEX017
CRUZEX017CRUZEX017
CRUZEX018
CRUZEX018CRUZEX018
CRUZEX019
CRUZEX019CRUZEX019
CRUZEX020
CRUZEX020CRUZEX020

CRUZEX021
CRUZEX021CRUZEX021
CRUZEX022
CRUZEX022CRUZEX022
CRUZEX023
CRUZEX023CRUZEX023
CRUZEX024
CRUZEX024CRUZEX024
CRUZEX025
CRUZEX025CRUZEX025

CRUZEX026
CRUZEX026CRUZEX026
CRUZEX028
CRUZEX028CRUZEX028
CRUZEX029
CRUZEX029CRUZEX029
CRUZEX030
CRUZEX030CRUZEX030
CRUZEX031
CRUZEX031CRUZEX031

Ao longo dos anos a Cruzex tem se provado um exercício mais poderoso do que a mera execução da voos em conjunto ou de ataque simulados e tem sido instrumento fundamental para o aprendizado da estrutura de comando e controle das forcas envolvidas, entendo mais sobre as suas capacidades operativas e de engajamento em uma situação real e nesse sentido a última Cruzex, a sexta edição, foi um exercício unicamente de comando e controle onde não houve o emprego de aeronaves reais, mas sim aeronaves simuladas que eram acompanhadas nos sistemas como se fosse um gigantesco vídeo game do tipo “massive multiplayer”.

CRUZEX032
CRUZEX032CRUZEX032
CRUZEX033
CRUZEX033CRUZEX033
CRUZEX035
CRUZEX035CRUZEX035
CRUZEX036
CRUZEX036CRUZEX036
CRUZEX037
CRUZEX037CRUZEX037

CRUZEX038
CRUZEX038CRUZEX038
CRUZEX039
CRUZEX039CRUZEX039
CRUZEX040
CRUZEX040CRUZEX040
CRUZEX041
CRUZEX041CRUZEX041
CRUZEX042
CRUZEX042CRUZEX042

CRUZEX043
CRUZEX043CRUZEX043
CRUZEX044
CRUZEX044CRUZEX044
CRUZEX045
CRUZEX045CRUZEX045
CRUZEX048
CRUZEX048CRUZEX048
CRUZEX049
CRUZEX049CRUZEX049

CRUZEX050
CRUZEX050CRUZEX050
CRUZEX051
CRUZEX051CRUZEX051
CRUZEX052
CRUZEX052CRUZEX052
CRUZEX053
CRUZEX053CRUZEX053
CRUZEX055
CRUZEX055CRUZEX055

Conforme foi explicado na coletiva de imprensa, o manual operacional que serve de base para a realização da Cruzex é o MNTF (Multinational Task Force) da OTAN, mas que o mesmo não se aplica a todas as nações que estão envolvidas no exercício, uma vez que determinadas características operacionais constantes no manual podem não atender as necessidades das nações que tomam parte do exercício e com isso um dos objetivos principais era a construção de uma doutrina do emprego conjunto das forcas no caso de uma necessidade, seja litigioso ou apenas de auxilio humanitário.

CRUZEX056
CRUZEX056CRUZEX056
CRUZEX057
CRUZEX057CRUZEX057
CRUZEX058
CRUZEX058CRUZEX058
CRUZEX059
CRUZEX059CRUZEX059
CRUZEX060
CRUZEX060CRUZEX060

CRUZEX061
CRUZEX061CRUZEX061
CRUZEX062
CRUZEX062CRUZEX062
CRUZEX063
CRUZEX063CRUZEX063
CRUZEX064
CRUZEX064CRUZEX064
CRUZEX065
CRUZEX065CRUZEX065

CRUZEX066
CRUZEX066CRUZEX066
CRUZEX067
CRUZEX067CRUZEX067
CRUZEX068
CRUZEX068CRUZEX068
CRUZEX069
CRUZEX069CRUZEX069
CRUZEX070
CRUZEX070CRUZEX070

CRUZEX071
CRUZEX071CRUZEX071
CRUZEX072
CRUZEX072CRUZEX072
CRUZEX073
CRUZEX073CRUZEX073
CRUZEX074
CRUZEX074CRUZEX074
CRUZEX075
CRUZEX075CRUZEX075

CRUZEX076
CRUZEX076CRUZEX076
CRUZEX077
CRUZEX077CRUZEX077
CRUZEX078
CRUZEX078CRUZEX078
CRUZEX079
CRUZEX079CRUZEX079
CRUZEX080
CRUZEX080CRUZEX080

O diretor do Exercício, o Brigadeiro-do-Ar Mario Jordão, da Força Aérea Brasileira destacou a elaboração de documentos, manuais e hipóteses de emprego conjunto facilitam as relações entre as forças dos países estreitando laços e abrindo novos caminhos na comunicação algo fundamental até mesmo no caso do emprego de uma ou mais forcas a pedido do Conselho de Segurança das Nações Unidas, CSNU.

CRUZEX081
CRUZEX081CRUZEX081
CRUZEX082
CRUZEX082CRUZEX082
CRUZEX083
CRUZEX083CRUZEX083
CRUZEX084
CRUZEX084CRUZEX084
CRUZEX085
CRUZEX085CRUZEX085

CRUZEX086
CRUZEX086CRUZEX086
CRUZEX087
CRUZEX087CRUZEX087
CRUZEX088
CRUZEX088CRUZEX088
CRUZEX090
CRUZEX090CRUZEX090
CRUZEX091
CRUZEX091CRUZEX091

CRUZEX092
CRUZEX092CRUZEX092
CRUZEX093
CRUZEX093CRUZEX093
CRUZEX094
CRUZEX094CRUZEX094
CRUZEX096
CRUZEX096CRUZEX096
CRUZEX097
CRUZEX097CRUZEX097

CRUZEX098
CRUZEX098CRUZEX098
CRUZEX099
CRUZEX099CRUZEX099
CRUZEX100
CRUZEX100CRUZEX100
CRUZEX101
CRUZEX101CRUZEX101
CRUZEX102
CRUZEX102CRUZEX102

As atividades aéreas ocorrem sobre os estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba e Pernambuco, além de sobre o Oceano Atlântico. Não houve o emprego real de armamentos, ocorrendo apenas a simulação digital dos disparos. Os treinamentos acontecem em áreas de baixa densidade populacional para evitar qualquer alteração na rotina local dos moradores. Todo o gerenciamento do tráfego aéreo militar e civil é realizado pelo Centro de Controle de Tráfego Aéreo, CINDACTA III, que fica localizado na cidade de Recife, em Pernambuco.

CRUZEX103
CRUZEX103CRUZEX103
CRUZEX104
CRUZEX104CRUZEX104
CRUZEX105
CRUZEX105CRUZEX105
CRUZEX106
CRUZEX106CRUZEX106
CRUZEX108
CRUZEX108CRUZEX108

CRUZEX109
CRUZEX109CRUZEX109
CRUZEX110
CRUZEX110CRUZEX110
CRUZEX111
CRUZEX111CRUZEX111
CRUZEX112
CRUZEX112CRUZEX112
CRUZEX113
CRUZEX113CRUZEX113

CRUZEX114
CRUZEX114CRUZEX114
CRUZEX115
CRUZEX115CRUZEX115
CRUZEX116
CRUZEX116CRUZEX116
CRUZEX117
CRUZEX117CRUZEX117
CRUZEX118
CRUZEX118CRUZEX118

Durante o exercício, mais de três mil horas de voo foram acumuladas por 92 aeronaves diferentes, sendo esse um recorde para uma atividade desse tipo realizada no Brasil. Além disso, essa edição marcou o inicio do uso do “Shot Validation”, sistema automático que identifica de maneira simulada se uma aeronave foi ou não abatida por ondas de radio e receptores que determinam a altitude, ângulos de vôo e velocidades dos caças, sendo uma tecnologia o estado da arte em exercícios aeronáuticos no mundo.

CRUZEX119
CRUZEX119CRUZEX119
CRUZEX120
CRUZEX120CRUZEX120
CRUZEX121
CRUZEX121CRUZEX121
CRUZEX122
CRUZEX122CRUZEX122
CRUZEX123
CRUZEX123CRUZEX123

CRUZEX124
CRUZEX124CRUZEX124
CRUZEX125
CRUZEX125CRUZEX125
CRUZEX126
CRUZEX126CRUZEX126
CRUZEX127
CRUZEX127CRUZEX127
CRUZEX128
CRUZEX128CRUZEX128

CRUZEX129
CRUZEX129CRUZEX129
CRUZEX130
CRUZEX130CRUZEX130
CRUZEX131
CRUZEX131CRUZEX131
CRUZEX132
CRUZEX132CRUZEX132
CRUZEX133
CRUZEX133CRUZEX133

A Cruzex 2013 acabou sendo o último exercício do Mirage 2000 da FAB, que conforme anunciado pelo próprio comandante da Aeronáutica, Brigadeiro Juniti Saito, a retirada do delta francês de serviço no final do ano de 2013. Também marcaram presença o transporte tático C-130 e o avião-radar E-99 que realizaram operações de vigilância e reabastecimento em voo.

CRUZEX134
CRUZEX134CRUZEX134
CRUZEX135
CRUZEX135CRUZEX135
CRUZEX136
CRUZEX136CRUZEX136
CRUZEX137
CRUZEX137CRUZEX137
CRUZEX138
CRUZEX138CRUZEX138

CRUZEX139
CRUZEX139CRUZEX139
CRUZEX140
CRUZEX140CRUZEX140
CRUZEX141
CRUZEX141CRUZEX141
CRUZEX142
CRUZEX142CRUZEX142
CRUZEX143
CRUZEX143CRUZEX143

CRUZEX144
CRUZEX144CRUZEX144
CRUZEX145
CRUZEX145CRUZEX145
CRUZEX146
CRUZEX146CRUZEX146
CRUZEX147
CRUZEX147CRUZEX147
CRUZEX148
CRUZEX148CRUZEX148

CRUZEX149
CRUZEX149CRUZEX149
CRUZEX150
CRUZEX150CRUZEX150
CRUZEX151
CRUZEX151CRUZEX151
CRUZEX152
CRUZEX152CRUZEX152
CRUZEX153
CRUZEX153CRUZEX153

A Cruzex cresce exponencialmente a cada ano e é possível que nesse ritmo se torne um dos principais exercícios aeronáuticos das Américas, j sendo comparável em números de participantes ao tradicional exercício Maple Flag realizado na província de Alberta no Canadá.

CRUZEX154
CRUZEX154CRUZEX154
CRUZEX155
CRUZEX155CRUZEX155
CRUZEX156
CRUZEX156CRUZEX156
CRUZEX157
CRUZEX157CRUZEX157
CRUZEX158
CRUZEX158CRUZEX158

CRUZEX159
CRUZEX159CRUZEX159
CRUZEX160
CRUZEX160CRUZEX160
CRUZEX161
CRUZEX161CRUZEX161
CRUZEX162
CRUZEX162CRUZEX162
CRUZEX163
CRUZEX163CRUZEX163

CRUZEX164
CRUZEX164CRUZEX164
CRUZEX165
CRUZEX165CRUZEX165
CRUZEX166
CRUZEX166CRUZEX166
CRUZEX167
CRUZEX167CRUZEX167
CRUZEX168
CRUZEX168CRUZEX168

 

Os seguintes modelos de aviões participaram desta Cruzex

Brasil

Dassault Mirage 2000

Northrop F-5EM

Embraer AMX A-1

Embraer E-99

Embraer R-99

Lockheed C-130/KC-130

Helibrás CH-36 Super Puma

CRUZEX169
CRUZEX169CRUZEX169
CRUZEX170
CRUZEX170CRUZEX170
CRUZEX171
CRUZEX171CRUZEX171
CRUZEX172
CRUZEX172CRUZEX172
CRUZEX173
CRUZEX173CRUZEX173

França

Dassault Mirage 2000C/B

Dassault Mirage 2000D

KC-135FR

CRUZEX174
CRUZEX174CRUZEX174
CRUZEX175
CRUZEX175CRUZEX175
CRUZEX176
CRUZEX176CRUZEX176
CRUZEX177
CRUZEX177CRUZEX177
CRUZEX178
CRUZEX178CRUZEX178

Canadá

Lockheed C-130J-30

CRUZEX179
CRUZEX179CRUZEX179
CRUZEX180
CRUZEX180CRUZEX180
CRUZEX181
CRUZEX181CRUZEX181
CRUZEX182
CRUZEX182CRUZEX182
CRUZEX183
CRUZEX183CRUZEX183

Chile

F-16A/B

CRUZEX184
CRUZEX184CRUZEX184
CRUZEX185
CRUZEX185CRUZEX185
CRUZEX186
CRUZEX186CRUZEX186
CRUZEX187
CRUZEX187CRUZEX187
CRUZEX188
CRUZEX188CRUZEX188

Colombia

Cessna AT-37 Dragonfly

 

Equador

Cessna AT-37 Dragonfly

 

Estados Unidos

Lockheed F-16C/D

 

Uruguay

Cessna AT-37 Dragonfly

FMA IA-58 Pucará

 

Venezuela

Lockheed F-16A/B

 

CRUZEX189
CRUZEX189CRUZEX189
CRUZEX190
CRUZEX190CRUZEX190
CRUZEX193
CRUZEX193CRUZEX193

Last Updated on Wednesday, 09 July 2014 13:16
 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2018 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.