Sarkozy se diz seguro sobre venda de caças ao Brasil PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Thursday, 15 April 2010 14:22

 

 

 

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, expressou confiança de que o Brasil escolherá o caça francês Rafale, dentro do disputado processo de licitação da Força Aérea Brasileira (FAB). "Eu estou confiante. As coisas estão progredindo", afirmou Sarkozy, após participar de uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em paralelo à Cúpula de Segurança Nuclear, em Washington (EUA).

O Brasil manifestou a sua preferência em comprar 36 caças Rafale, mas a decisão final ainda não foi anunciada. O presidente Lula deve divulgar sua escolha em meados de maio, tendo adiado a decisão prevista para abril.

"Se é uma decisão tomada pelo presidente e pelo governo, ela é, inevitavelmente, uma decisão política", disse Sarkozy. Mas "não é apenas um critério político. O Rafale é um excelente avião. O presidente Lula e eu realmente temos um grande vínculo. Eu sei o que ele está pensando. Não há surpresas sobre esta questão", acrescentou o francês.

O Rafale, fabricado pela Dassault, é visto como favorito na licitação, da qual participam também o caça sueco Gripen produzido pela Saab e o F/A-18 Super Hornet, da gigante norte-americana Boeing.

O acordo pode custar entre US$ 4 bilhões e US$ 7 bilhões, segundo estimativas, dependendo dos detalhes de armamento, manutenção e envolvimento industrial periférico. O Brasil poderá comprar mais 100 jatos de combate da empresa vencedora da licitação no longo prazo.

O Brasil fez da transferência de tecnologia a prioridade principal na licitação, para que possa produzir aviões de combate e melhorar a sua própria indústria de aviação. Lula disse anteriormente que o negócio com a Dassault seria mais vantajoso para o País nesse sentido. As informações são da Dow Jones.

 

 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2019 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.