Lula espera gesto concreto em visita ao Irã PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Wednesday, 12 May 2010 14:07

 


Governo de Ahmadinejad já admite usar a Turquia para a troca de urânio enriquecido


BRASÍLIA. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva espera que o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, faça um gesto concreto para a retomada do diálogo sobre o Programa Nuclear, informou o porta-voz da Presidência, Marcelo Baumbach. Segundo altos funcionários do governo, esse otimismo de Lula, que no sábado se reunirá, em Teerã, com Ahmadinejad, deve-se ao fato de as autoridades
iranianas já admitirem usar o território turco para a troca de urânio enriquecido por combustível a ser usado em pesquisas.


A ideia de usar a Turquia tem sido negociada com o Irã, nos bastidores, por autoridades turcas e brasileiras. Segundo uma fonte, esta seria a fórmula à qual teria se referido ontem o portavoz do Ministério do Exterior do Irã, Ramin Mehman-Parast. À agência oficial do país, ele disse que havia uma proposta nova de Brasil e Turquia.

A diferença é que não há nada novo. Esta ideia continua sobre a mesa e trabalhamos nela revelou um diplomata.

O Irã já deixou claro que quer evitar as sanções defendidas pelos Estados Unidos e outras potências ocidentais. No entanto, demonstra desconfiança em relação à troca de urânio, cujo modeloserá negociado com a Agência Internacional de Energia Atômica e o Conselho de Segurança da ONU.

Ahmadinejad aceita a proposta, desde que entregue o produto e receba o combustível simultaneamente. Na visão do Brasil, a Turquia seria um bom local para a troca por diversos fatores: a proximidade geográfica; as boas relações tanto com iranianos como com o Ocidente; o fato de ser um país muçulmano e ainda membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Lula desembarca no Irã no sábado e permanece até a segundafeira. O presidente brasileiro será recebido pelo líder supremo do país, o aiatolá Ali Khamenei, e pelo presidente do Parlamento, Ali Larijani. Não está prevista reunião com a oposição, apesar dos apelos de organizações de direitos

humanos. De acordo com o porta-voz, o Brasil não interfere em questões internas de outros países. O presidente, obviamente, espera que existam gestos por parte do Irã. Se o presidente não esperasse, não estaria engajado nessa missão. O gesto principal que o presidente espera é justamente a disposição para negociar e para sentar-se à mesa e encontrar uma solução para o impasse disse Baumbach.

O porta-voz afirmou que Lula não irá levar qualquer proposta nova, mas reforçar o que já está na mesa. Prevalece, portanto, o que estava em discussão e que consiste no uso de um terceiro país para a troca de urânio.
O Brasil considera que elementos técnicos que fornecem uma porta para um eventual acordo já estão sobre a mesa desde outubro disse.

Fonte: O Globo - Chico de Gois e Eliane Oliveira

 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2019 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.