Israel busca substituto para Skyhawk PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Sunday, 14 December 2008 03:55

 

Força Aérea Israelense Busca substituto para o A-4 Skyhawk

Após ser usado por mais de 40 anos de serviço fiel, a Israel Air Force finalmente se encontra buscando um substituto para o A-4 Skyhawk.

Conhecido em Israel como Ayit (Gavião), o Skyhawk foi inicialmente entregue para Israel em 1967, logo após a Guerra dos Seis Dias, sendo assim o primeiro caça a jato a ser vendido pelos EUA a Israel.

O A-4 serviu proeminentemente na Guerra do Yom Kippur em 1973, e na primeira Guerra do Líbano em 1982. Em 1970, o piloto Ezra Dotan ficou famoso ao derrubar dois  MiGs sobre o Líbano com o Skyhawk. No total, cinqüenta e dois Skyhawks foram abatidos pela defesa aérea inimiga durante a Guerra do Yom Kippur.

Depois da Guerra do Líbano em 1982, a IAF decidiu retirar do serviço operacional este modelo de caça e começou a usá-lo unicamente como treinador avançado para os cadetes da Academia da IAF após eles concluírem seu treinamento inicial de vôo nos Fougas Magister.

Além de ser um treinador o Skyhawk também foi usado para várias missões nos últimos anos, oferecendo suporte de guerra eletrônica para os pilotos de F-16s and F-15s.

"O avião é velho e estamos começando a encontrar problemas com ele," disse um graduado oficial da IAF na quarta feira. "Devido à sua idade, estamos descobrindo que gastamos cada vez mais atenção e recursos com ele, por isso começamos a procurar um novo avião para substituir o  Skyhawk."

A IAF está analisando quatro alternativas ao Skyhawk para a função de treinamento de seus pilotos. A primeira possibilidade é a de introduzir os F-16 mais velhos - os das séries A and B – para usa-los como treinadores. Essa possibilidade não é a preferida, uma vez que, para os cadetes, seria uma transição bastante difícil do Fouga para o F-16.

Por isso a IAF está olhando para várias aeronaves alternativas, incluindo o biplace T-45 [Goshawk], fabricado pela Boeing, que é usado pela US Navy como um treinador capacitado para pouso em porta-aviões.

Outro candidato é um, jato italiano [M-346 ?] , além do T-50 fabricado na Coréia do Sul em cooperação com a Lockheed Martin. O jato monomotor leva dois pilotos, e com uma cabine elevada e assentos colocados em tandem permite uma visibilidade superior.

Nos últimos anos, vários dos Skyhawks se acidentaram durante vôos de treinamento. O último acidente se deu em maio de 2007 quando um Skyhawk caiu no mar ao largo da costa de Ashdod. O piloto ejetou em segurança. Em 2004, um Skyhawk caiu devido a semelhante falha na turbina na área de Hebron e em 1998 dois aviões caíram num espaço de apenas dois meses, ambos devido a problemas técnicos.

Mais recentemente, em outubro, o comandante da IAF Maj.-Gen. Ido Nehushtan decidiu interromper a operação de todos os A-4 Skyhawks devido a problemas identificados no processo de manutenção das aeronaves.

Danny Grossman, um veterano piloto de caças, incluindo Skyhawks, por 26 anos nas focas aéreas de Israel e dos EUA, disse que o A-4 permaneceu em serviço por tanto tempo por ser "bom demais para meramente desaparecer na noite."

"Não apenas ele era um ótimo treinador, mas, era também uma plataforma para todo tipo de missão, tão simples de manter e amigável para o piloto, que atendeu as necessidades da Força Aérea de Israel por décadas,"disse Grossman. "Ele podia levar bastante armamento e teve muitas oportunidades para se provar, não apenas no apoio aéreo aproximado às tropas, mas também, para uma grande quantidade de outras missões."

http://www.jpost.com/servlet/Satellite?cid=1228728146788&pagename=JPost%2FJPArticle%2FShowFull

 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2021 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.