Reino unido atrasa NAes e reduz compra de Future Lynx PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Tuesday, 16 December 2008 19:35
   

 

Reino Unido reduz compra de Future Lynx e atrasa cronograma de novos navios-aeródromos

 

Por Craig Hoyle

 

O Ministério da Defesa do Reino Unido reduziu sua encomenda para o helicóptero Future Lynx da AgustaWestland e atrasou a disponibilidade de seus dois novos porta aviões (Future Aircraft Carriers - CVF), mas também adiou qualquer outro corte adicional mais radical no orçamento até março de 2009.

O secretário de Defesa John Hutton disse que a decisão de adiar as datas de entrada em serviço dos novos CVF de 65,000 toneladas da Royal Navy foi tomada porque "havia margem para alinhar o cronograma de entrega dos NAes com o da introdução dos caças embarcado Joint Combat Aircraft". O F-35B Joint Strike Fighter fabricado pela Lockheed Martin é o principal candidato para atender ao requerimento de novo caça naval britânico.

Hutton reafirmou o compromisso do governo britânico com o projeto Future Lynx, mas em seguida a AgustaWestland confirmou qua sua encomenda tinha sido cortada de 70 para 62 células , que  "serão adquiridas inicialmente". A encomenda agora cobre a entrega de 34 aeronaves para o British Army e 28 para a Royal Navy – uma redução respectivamente de seis e duas aeronaves.

A fuselagem para a primeira célula de ensaios de vôos do programa foi entregue à fábrica do fabricante na cidade de Yeovil no condado de Somerset em novembro, e o modelo deve entrar em operação em 2014. "Estamos ansiosos para interagir com o Ministério da Defesa fornecendo soluções de treinamento e de suporte para os Future Lynx," diz o comunicado da empresa.

O MoD no entretanto aprovou  uma modernização orçada em £70 milhões ($105 milhões),

onde 12 dos helicópteros  Lynx AH9s atualmente em serviço no Exército terão seus motores Rolls-Royce Gem substituídos pelos CTS-800-4Ns dos Future Lynx. "Isso dará aos comandantes mais helicópteros capazes de operar eficientemente, durante todo o ano, na altitude e calor de locais como o Afeganistão," disse o Ministério. Os primeiros quatro helicópteros modernizados serão re-integrados à força em fins de 2009, com o restante seguindo em 2010.

Hutton também confirmou planos para o deslocamento dos helicópteros de transporte AgustaWestland AW101 Merlin HC3 da RAF para o Afeganistão no ano que vem, "assim que eles tenham encerrado sua missão no Iraque". Um valor adicional de £635 milhões foi autorizado para financiar novos programas operacionais emergenciais militares durante os anos de 2009/10, disse ele.

A especulação é crescente nas últimas semanas de que a atual restrição orçamentária poderia vir a afetar diversos dos programas aeroespaciais durante o processo do Ciclo de Planejamento do Ministério da Defesa para o ano de 2009, mas o anúncio de Hutton no dia  11 de dezembro mão fez nenhuma menção a projetos como o Nimrod MRA4 da BAE Systems ou ao Eurofighter Typhoon.

 

"Toda e qualquer nova mudança significativa ao programa de re-equipamento será anunciado após a conclusão da atual rodada de planejamento do MoD em março" concluiu  Hutton.

Fonte: Flight International

http://www.flightglobal.com/articles/2008/12/12/320049/uk-cuts-future-lynx-deal-delays-new-carriers.html

 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2021 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.