Ministro Smith buscando ajuda dos EUA para construir 12 submarinos. PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Thursday, 28 July 2011 14:46

O Ministro da Defesa australiano Stephen Smith vai procurar a ajuda dos EUA para o plano da Austrália de construir 12 grandes submarinos convencionais para substituir os seis submarinos da classe Collin. O Ministro Smith chega em Washington hoje (27) com o secretário do Departamento de Defesa, Ian Watt, e o novo chefe da defesa australiana, o general David Hurley, para a primeira conversa cara-a-cara com o novo secretário de defesa dos Estados Unidos, Leon Panetta e outros altos funcionários. Enquanto a marinha estadunidense opera apenas com submarinos nucleares e alguns analistas de defesa da Austrália deve comprar ou alugar uma frota nuclear dos estadunidenses, o Ministro Smith disse ao The Australian, antes de deixar o país na sexta-feira que os submarinos nucleares não eram uma opção para a Austrália. A reposta para a Austrália foi a construção de uma frota convencional no sul da Austrália, disse ele. Depois dos problemas iniciais com a frota dos Collin há uma década atrás, os EUA forneceram o sistema de combate state-of-the-art e a mais recente tecnologia em propulsão de submarinos. A construção do então chamado Submarino do Futuro, será o maior projeto de defesa da história da Austrália. Os 12 submarinos grandes e de longo alcance, devem custar cerca de 36 bilhões de dólares. As conversas também incluirão discuções sobre o progresso no Afeganistão, a transição da responsabilidade de segurança do país sendo feita por forças afegãs e prospectos para a reconciliação e estabilidade política.

O Ministro Smith também procurará um relatório up-to-date sobre o Joint Strike Fighter, que está sendo desenvolvido pelos EUA que se destina a substituir o caça-bombardeiro F/A-18 Hornet e a frota dos recém aposentados bombardeiros F-111 da RAAF (Força Aérea Real da Austrália). A preocupação sobre o crescente poderio militar da China será o foco principal das discuções sobre uma cooperação bilateral mais estreita sobre os assuntos de defesa na região da Ásia-Pacífico.

As duas delegações vão discutir a revisão da postura de forca global dos Estados Unidos, que vai ajudar a administração de Obama a decidir onde as forcas dos Estados Unidos vão ficar baseadas, e como a Austrália anunciou recentemente que sua revisão da postura de forca esta em sintonia com a dos Estados Unidos. Essas questões serão discutidas em detalhe nas próximas conversações sobre de defesa e negócios estrangeiros que ocorrera em Setembro.

O Ministro Smith disse que também ira encontrar o secretario geral da ONU, Ban Ki-moon e outros altos funcionários para discutir o envolvimento australiano nas missões da ONU, incluindo as do Sudão do Sul, Afeganistão e Timor Leste. Mais de 500 soldados e funcionários da Forca de Defesa Australiana participam de missões sob mandato do Conselho de Segurança de operações de manutenção da paz.


Fonte:Australian Post

 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2021 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.