Caças Sukhoi indianos receberão casulo diretor de mísseis Brahmos PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Sunday, 11 January 2009 19:51

Sábado 10 de janeuro de 2009 (IANS)

Dois jatos de combate Sukhoi-30MKI da Indian Air Force (IAF) foram enviados à Rússia para receber uma modernização que os permitirá lançar a versão aerotransportada do míssil de cruzeiro supersônico BrahMos que a Índia e a Rússia desenvolveram conjuntamente, declarou uma fonte oficial.

'A versão aerotransportada do BrahMos mísseis será disparada da plataforma Su-30MKI. Estávamos em negociações com a Sukhoi e com a IAF neste sentido. Finalmente dois Su-30MKIs da IAF foram enviados à Rússia para a modernização,' om alto funcionário da BrahMos Aerospace, empresa que fabrica o míssil, disse anonimamente à IANS.

'O programa da versão aerolançada do BrahMos vem progredindo muito bem. Após ser programado, o míssil é lançado da aeronave e se auto-guiará na direção ao alvo voando a uma altitude de 50 metros,' explicou a fonte.

'A versão aérea mede quase nove metros  de comprimento e requere modificações na fuselagem do avião. Ima vez que a empresa Sukhoi se encontra ocupada com o desenvolvimento do seu caça de quinta geração, cientistas da organização indiana DRDO (Defence Research and Development Organisation) scientists, junto com especialistas russos se encarregarão da realização destas modificações' disse a fonte.

As modificações devem ser concluídas no início de 2010.

Uma vez realizado isso, o BrahMos se converterá num ‘míssil de cruzeiro universal' da Índia devido à sua capacidade de ser lançado tanto de terra, quanto do mar – desde submarinos ou navios – e, agora, também do ar.

As versões terrestre e naval já se encontram em serviço com Exército e a marinha da Índia.

A marinha integrou a versão antinavio do BrahMos nos seus navios de guerra, iniciando-se pelo INS Rajput, e deverá seguir com a integração nos demais navios desta mesma classe. Os mísseis também serão instalados nos três destróieres de 7,000 toneladas da classe  Kolkata atualmente em construção no estaleiro Mazagon Docks, em Mumbai.

Em 18 de dezembro do ano passado a marinha realizou um disparo de teste deste míssil de um lançador vertical num navio operando na Baía de Bengala. Todos os disparos anteriores foram conduzidos desde lançadores inclinados.

O míssil que recebeu este nome em homenagem aos rios Brahmaputra e Moskva, tem um alcance de quase 300 km e carrega uma cabeça de combate convencional de 300 kg. Ele atinge velocidades de até Mach 2.8 Mach ou quase três vezes a velocidade do som.

A BrahMos Aerospace Private Limited foi estabelecida na Índia como uma ‘joint venture’ fruto de um acordo inter-governamental assinado entre a Índia e a Rússia em fevereiro de 1998.

Fonte: Calcutta News.Net

 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2021 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.