Tailândia cancela compra de mais Gripens Print
Written by Administrator   
Thursday, 14 May 2009 16:37
 

Tailândia Cancela Planos Para Aquisição de Mais Gripens

Cortes no orçamento forçaram a força aérea tailandesa a arquivarem a planejada aquisição de caças suecos Gripen.

Com a decisão do governo de cortar o orçamento do próximo ano de 171 para 151 bilhões de Baht, a força aérea tailandesa teve que cancelar os planos de adquirir 6 caças Gripens adicionais avaliados em 15 bilhões de Baht, diz o comandante Subhawong.

A Força Aérea já tinha comprado 6 Gripens no valor inicial de 19 bilhões de Baht para entrega no ano que vem.  Ela precisaria de mais 6 Gripens para completar os 12 necessários para substituir os velhos F-5 a serem desativados em 2011.  Com somente 6 Gripens, a Força Aérea não tem a confiança em poder prover a segurança nacional, de acordo com seu chefe, e que também esta decisão enfraqueceria o sistema nacional de defesa onde armas de tecnologia de ponta são vitais.

“Isto afeta o potencial das forças armadas pois ela precisa de armas de primeira linha.”  Se tivermos de defender a nação com armas que não fazem frente ao que os nossos adversários ou inimigos tenham, ninguém nos respeitará,” diz ACM Itthaporn.  Ele ainda enfatiza que os 6 Gripens restantes são necessários para esta defesa nacional.

“Temos que refletir no que é essencial e pedir ao governo uma revisão.  Armas são ítens de segurança nacional.  Sem uma defesa forte, nossos vizinhos não nos respeitarão.  Somos todos soldados e sacrificaremos nossas vidas à nação, mas temos que lutar com armas adequadas.  A vida de um soldado é valiosa.  Se um conflito surge e temos armas defasadas, nossos soldados serão sacrificados.”

Os caças suecos estariam baseados na base aérea de Surat Thani para proteger o Golfo da Tailândia, o Mar de Andaman e todas as áreas da região sul do país.  A força aérea tailandesa pretende usá-los como caças da primeira linha de defesa, no lugar dos F-16 usados hoje.

O ministério da defesa tailandês foi o mais afetado com os cortes de orçamento, devido à queda de arrecadação do governo, afetando os planos de estímulo à economia local.  Uma fonte ligada ao ministério conta que as relações entre o partido democrata que controla o governo e os militares ficarão afetadas pois este apoiou incondicionalmente o governo mas recebeu em troca o maior corte de todos.


Fonte: www.bangkokpost.com 

Tradução: Edson Chen

Last Updated on Thursday, 14 May 2009 16:50