China Trocaria Caças Avançados Por Petróleo PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Monday, 18 May 2009 03:16
 

China Trocaria Caças Avançados Por Petróleo

A China almeja uma fatia significativa do mercado internacional de caças de 3ª geração, particularmente aquela dos países do terceiro mundo que são ricos em petróleo, como parte de sua estratégia de armas-por-petróleo. Esta evidência foi retirada de uma recente demonstração de seu caça J-10A no Show Aéreo de Zhuhai em novembro de 2008.

Especialistas chineses foram vistos dando explicações e demonstrações exaustivas e detalhadas sobre o J-10A para delegações militares da Venezuela, Angola e Nigeria.  A Venezuela foi a que mais pareceu interessada no caça. 
 
O primeiro país a comprar o J-10A será o Paquistão, diz uma fonte da industria de aviação chinesa.  Em março, o Marechal do Ar da Força Aérea Paquistanesa Tanvir Mahmood Ahmed confirmou que se chegou a um acerto e que os caças serão entregues no decorrer de 2014 e 2015.  Este caça será chamado de FC-20 no Paquistão. 
 
Porém, existe um detalhe sobre os motores deste caça.  O J-10A é atualmente equipado com um motor russo AL-31F. Não está claro se a Russia permitirá a China a instalar estes motores nos caças a serem exportados para o Paquistão.  Tal fato terá repercussões não só econômicas mas também politicas, considerando-se que o maior inimigo do Paquistão, a India, é um grande cliente de armas da Russia. 
 
Por esta razão, a versão de exportação do J-10A está ainda em desenvolvimento.  Tanto o motor como os systemas de armas/defesa a bordo serão diferentes da versão doméstica, de acordo com uma fonte chinesa de aviação.

A India possui e tem utilizado o motor AL-31FP extensivamente nos seus caças.  Se a China exportasse grandes números de caças J-10A/FC-20 com motores russos ao Paquistão, ela estará muito mais preocupada com este negócio do que uma venda anterior de caças JF-17 de geração 2.5.  Sendo um caça de 3ª geração, o J-10A representa uma real ameaça à Força Aérea Indiana.

Com esta grande preocupação, a India mandou uma forte delegação ao Show Aéreo de Zhuhai, liderados pelo seu chefe de gabinete, com o intuito de expandir os contatos com os chineses.  Inclusive a unidade de acrobacias aéreas da Força Aérea Indiana fez um show à parte durante este evento.

Durante o Show Aéreo de Cingapura no início deste ano, o Marechal do Ar Fali Homi Major inspecionou cuidadosamente a cabine de um JF-17, que está sendo desenvolvido conjuntamente por China e Paquistão.  Inclusive sua visita ao Show Aéreo de Zuhai em novembro do ano passado foi exatamente para examinar de perto o J-10A/FC-20. 
 
Em contraste com o crescente interesse dos indianos em explorar a possibilidade de compra de armamentos chineses, a Russia somente enviou uma pequena delegação ao Show Aéreo de Zuhai.    Pela primeira vez, os russos não exibiram nenhum caça ou sistema de radar no show.  Inclusive alguns representantes russos cancelaram a viagem à China no último minuto.

Tradução: Edson Chen

Fonte: http://www.india-defence.com/reports-4377

 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2021 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.