Governo do Reino Unido Alerta Sobre o A400M Print
Written by Administrator   
Thursday, 21 May 2009 08:53
 

Governo do Reino Unido Alerta Sobre o A400M 

Por Niall O’Keeffe

O Reino Unido, através de sua força aérea, a RAF, continua firme no programa do avião de transporte militar da EADS/Airbus Military A400M, "mas não a qualquer custo", de acordo com uma recente declaração do governo em um relatório do comitê parlamentar.

O relatório “Defense Equipment 2009” do House of Commons Defence Committee (comitê de defesa do Parlamento Inglês), indagava sobre o real risco do projeto A400M sofrer um atraso desproporcional, em que um abandono seria a melhor solução.

O governo respondeu a este relatório com notícias vindas da Airbus Military de que o primeiro vôo do A400M ocorrerá “no máximo até fevereiro de 2010”.  No entanto, isso deve ser agravado pelo fato de que os planos de fabricação estão sendo revisados para um ritmo mais lento e pelo período de tempo previsto de seis meses entre a entrega do primeiro avião francês e a do primeiro avião britânico. A RAF não receberia seu primeiro transporte militar antes de 2013, entrando em serviço ativo somente em 2014.

"Estamos considerando todas as opções, e sempre em contato com as outras nações do projeto, dando suporte às decisões importantes mas também informando da nossa posição ao assunto,” diz o governo do Reino Unido.

Entre os planos de contingência (“plano B, de emergência”) em consideração estão o prolongamento da vida útil dos C-130K Hercules, e o leasing (arrendamento) de C-17 adicionais e/ou C-130J americanos.

O pedido inicial feito à Airbus Military pela França a obrigava a entregar a primeira unidade em outubro de 2009, mas em janeiro a EADS informou que haverá um atraso de aproximadamente 3 anos, isto após o primeiro vôo do protótipo.

“Estamos aguardando os resultados dos primeiros testes das campanhas de vôo dos protótipos, para poder confirmar as datas previstas”, diz o diretor gerente da Airbus Military, Domingos Ureña, no dia 4 de Maio.  “Tão logo fizermos isto estaremos aptos a começarmos com a produção em escala.”

Tradução: Edson Chen

http://www.flightglobal.com/articles/2009/05/19/326691/uk-government-sounds-warning-on-a400m.html 

Nota da Alide:  O A-400M é um projeto de transporte militar na categoria das 37 toneladas, impulsionado por quatro motores turbohélices. As nações parceiras do programa são a Alemanha, a Itália, a França, o Reino Unido, a Turquia, a Bélgica, a Espanha e Luxemburgo, com um total de 192 pedidos divididos entre elas.  Fontes de um jornal alemão indicavam que o projeto estava com um peso de 12 toneladas acima do planejado, e como consequência abaixando a capacidade de carga para 29 toneladas, o que é insuficiente para transportar um blindado moderno, um dos propósitos deste vetor.  Outras notícias de variadas fontes indicam problemas com os motores e seu software, impedindo sua certificação, além da escalada de seu custo unitário.

Last Updated on Friday, 22 May 2009 11:27