Navios de Guerra Indianos Suspendem a Caminho de Exercícios Navais PDF Print E-mail
Wednesday, 03 June 2009 23:41

Os navios navegarão por águas do Mar Mediterrâneo ou do Oceano Atlântico e participarão dos Exercícios Konkan, de 20 a 25 de Junho, e Varuna, de 30 de Junho a 4 de Julho

Almejando expandir sua presença estratégica em áreas distantes, a Marinha Indiana (IN) embarca para uma viagem ambiciosa para conduzir exercícios navais no Mar Mediterrâneo e do Oceano Atlântico, que também incluem outras marinhas, como a russa, alemã, francesa e inglesa.

O INS Delhi, um destroiér de mísseis guiados, o INS Beas e INS Brahmaputra, ambas fragatas de míssies guiados, e o INS Aditya, um navio-tanque de suprimentos, suspenderam em datas diferentes e atravessarão os mares arábicos e mediterrâneos a caminho de Portsmouth ao sudoeste do Reino Unido, para participar no Exercício Konkan anual, de 20 a 25 de junho.  E depois irão à base naval francesa de Brest para o Varuna, que acontece de 30 de junho a 4 de julho. 

Na volta, os navios irão conduzir exercícios com marinhas da Russia, Alemanha, Holanda, Algéria, Israel, Turquia, Italia, Egito, Portugal e Omã, além de atracarem na Espanha, Itália e Marrocos, dizem os oficiais desta marinha.

Apesar do deployment da Marinha Indiana reforçar a força estratégica indiana, estes exercícios acrescentam o fator experiência nos exercícios conjuntos com os ingleses e franceses, uma vez que as características hidrográficas e o tempo são diferentes no Atlântico, dando a seus homens a oportunidade de uma grande experiência.

A Royal Navy (marinha britânica) estará enviando duas fragatas de mísseis guiados (AA) – HMS Westminster e HMS Lancaster, também o HMS Trafalgar e os navios-auxiliares Royal Fleet Auxiliary Fort Rosalie e Mounts Bay, mais aeronaves de asas fixas e um complemento de forças especiais.

Os franceses enviarão um destróier AA de mísseis guiados, o Primaquet, a fragata AA de mísseis guiados Le Henaff e o submarino nuclear Emeraude, mais MPA Atlantique (maritime patrol aircraft, aviões de patrulha maritima), caças multi-missão Rafales e helicópteros Sea King [Ed. Provavelmente os Sea Kings são indianos, pois a Aeronavale não usa este modelo].

Os dois exercícios navais vão incluir engajamentos de superfície e antisubmarino, provendo uma oportunidade para os marinheiros [indianos] operarem em águas diferentes, desenvolvendo a interoperabilidade das marinhas.  A Marinha Indiana, encarregada da segurança costeira, está estudando atentamente os modelos empregados pelas marinhas européias, assim como avaliando seu progresso na administração de deployments de longa duração como este. 

Os exercícios com os alemães são considerados importantes para ambas as marinhas, dado os recentes contatos entre as duas.

A Marinha Indiana procura se beneficiar com uso de submarinos com equipamentos high-tech como software de detecção via tecnica de rádio e torpedos, entre outras coisas, diz o oficial.

Nota da ALIDE: Fontes da ALIDE afirmam que durante a última viagem à China do Comandante da Marinha do Brasil foi acertado com o Comandante da Indian Navy, pelo menos dois eventos conjuntos: a passagem do navio Garcia D'Ávila pela India, em seu retorno da China, e a colocação de um oficial brasileiro em parte desta viagem do GT indiano à Europa. Segundo nos foi comentado, o CC Ricardo Barillo Cruz se juntará à tripulação do INS Delhi durante a passagem do GT pela Turquia ficando a bordo do navio do dia 1° de junho até o 17 do mesmo mês. O INS Delhi é um navio da mesma classe do INS Mumbai que participou do exercício IBSAMAR no ano passado.

Tradução e edição: Edson Chen

Last Updated on Thursday, 04 June 2009 00:51
 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2021 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.