Forças Armadas deflagram operação em RO e em mais três estados Print
Written by Administrator   
Wednesday, 10 October 2012 10:16

 


 

Desde às 0h de segunda-feira (8), as Forças Armadas Brasileira realiza em toda a região de fronteira dos estados de Rondônia, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, e Acre a Operação Ágata 6, com o objetivo de coibir crimes transfronteiriços na região. Cerca de 5 mil militares estão concentrados nos 150 quilômetros de fronteira entre Guajará-Mirim, RO e Porto Velho.

De acordo com o general Ubiratam Poty, da 17ª Brigada de Infantaria e Selva de Porto Velho, a barreira montada na faixa de fronteira visa coibir o contrabando de armas, mercadorias, drogas e ainda crimes ambientais em toda a área. “Nosso objetivo principal não é prender ou apreender, mas sim evitar que os criminosos atuem nessa região”, explica o general.

Por vias terrestres, serão montados bloqueios nas rodovias e ramais, realizados com o apoio das polícias Militar e Civil de Rondônia, e ainda patrulhamento fluvial, através da Marinha do Brasil. A Força Aérea vai atuar com aviões caças no transporte das tropas, e ainda no levantamento de informações sobre o terreno da região fiscalizada.

Organizada pelo Ministério da Defesa, a Operação está sob do comando da Força Aérea em Campo Grande, MS, e faz parte do Plano Estratégico de Fronteiras do Ministério, contando ainda com a participação de órgãos estaduais e municipais, como Secretaria de Segurança e Defesa da Cidadania (Sesdec), polícias Militar e Civil, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Receita Federal, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (IcmBio), entre outros.

Ainda segundo o General Poty, a operação não tem data prevista para encerramento. “Ao final de duas semanas, de acordo com o resultado, decidiremos pela continuidade, ou não, da operação”, finalizou. Durante o período, também estão organizadas ações cívico-sociais, com atendimentos médicos e odontológicos em comunidade da região.

Ágata 5
De acordo com dados do exército, a operação Ágata 5, realizada recentemente na região Sul do país, 31 pessoas foram presas, apreendidas seis toneladas de entorpecente e ainda a apreensão de 182 carros e embarcações.

Fonte: G1