Investimento em defesa ajuda resultado trimestral da Embraer PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Thursday, 25 October 2012 09:41

 

 

Os grandes investimentos que a Embraer vem realizando na área de defesa começam a produzir resultados cada vez mais sólidos. Na divulgação dos resultados do terceiro trimestre deste ano, realizada ontem, a companhia anunciou que as vendas de aviões voltados para a área militar, realizadas por sua divisão de Defesa e Segurança, re-presentaram18%do faturamento total da companhia, que ficou em R$ 2,8 bilhões no período. “Essa é uma área com um desempenho muito promissor”, afirma José Antônio Filippo, vice-presidente de Relação com os Investidores da empresa. As receitas do segmento de segurança no terceiro trimestre deste ano cresceram 68% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Nos últimos dois anos, quando os investimentos na área se intensificaram, as vendas para fins militares representaram 15% das receitas. Historicamente, este índice girava em torno dos 10%. Neste trimestre, a Embraer destacou como positivos, nesta área, a entrega de quatro aviões ao governo da Índia e outros quatro para a Força aérea da Indonésia. Aviação comercial Apesar do crescimento da importância do setor de defesa, os clientes da área de aviação comercial seguem respondendo pela maior parte do faturamento, com 67% das receitas. “Para o resto do ano e os próximos meses, essa é uma área que deve ficar estável”, diz Filippo.

 

Ao longo do terceiro trimestre deste ano, a Embraer entregou 27 jatos comerciais, totalizando 83 entregas ao longo de 2012. A expectativa da companhia é a manter o mesmo ritmo de produção no próximo ano. Para isso, a Embraer conta com as perspectivas de renovação de frota em diversas empresas de aviação regional nos Estados Unidos. “Em breve a Delta deve escolher o fornecedor que vai renovar sua frota de aviões regionais. Além disso, há uma crescente atividade das aéreas americanas sobre as frotas”, afirma Frederico Curado, presidente da Embraer. Um dos clientes de aviação comercial, a Chautauqua, uma companhia regional de Indianapolis, nos Estados Unidos, causou forte impacto no lucro da Embraer. O processo de reestruturação financeira do cliente, acertado com a Embraer em setembro, teve um impacto negativo de R$ 85 milhões no lucro operacional da companhia, que foi de R$ 205 milhões. O lucro líquido foi de R$ 132,9 milhões. Outro segmento importante para a empresa, ode jatos executivos foi responsável por 14% das receitas no período.O número indica uma processo de desaceleração, já que nos últimos anos, a participação desse tipo de produto girou em torno de 20%. “Houve essa desacelaração, mas acreditamos que o setor se recupere”, diz Curado

Fonte: BRASIL ECONÔMICO

 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2021 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.