Defesa investe R$ 15 mi em teste para reforçar segurança da costa brasileira PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Monday, 03 December 2012 10:31

 

 

Com custo estimado entre R$ 13 milhões e R$ 15 milhões, a Marinha, o Exército e a Força Aérea realizam, desde a última segunda-feira (19), a Operação Conjunta “Atlântico III”, sob a coordenação do Ministério da Defesa. A Operação, que abrange os estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, tem como o objetivo a defesa da costa e de estruturas estratégicas, como portos, plataformas de petróleo, refinarias, usinas hidrelétricas e nucleares. “Nossa capacidade nós conhecemos, quere-mos ver realmente se ela é efetiva. Os exercícios estão sendo feitos exatamente para testá-la”, afirmou o Comandante de Operações Navais, Almirante Gilberto Max, na apresentação oficial da “Atlântico III”. Segundo ele, entretanto, não há como avaliar qual é o risco real que as matrizes energéticas brasileiras sofrem. “Não temos um inimigo palpável”, disse o Comandante. “Estes exercícios abrangem determinadas áreas que são consideradas estratégicas e exigem defesa correspondente. Agora, avaliar qual é o risco que existe é muito difícil. Nós temos que conhecer nossa capa-cidade e verificar se ela é efetiva”, completou.

Ao ser questionado à respeito do interesse de outros países pelo óleo do pré-sal, o Almirante afirmou que as plataformas não estão em águas internacionais. Sobre a redistribuição dos royalties do petróleo, o Comandante explicou que ainda não é possível calcular a sua influência nas operações de defesa e patrulhamento da costa brasileira. “Obviamente, os royalties nos auxiliam muito na patrulha. Mas não temos ainda como avaliar se a redistribuição poderá influenciar as operações”, explicou. A “Atlântico III” abrange a área marítima dentro da chamada “Amazônia Azul” e parte do território nacional, envolvendo cerca de 10 mil militares das três Forças Armadas. Estão sendo utilizados ainda dois navios escolta, dois navios de apoio, dois submarinos, três navios-patrulha e seis helicópteros da Marinha do Brasil. O Exército participará com 96 viaturas leves, 101 viaturas de transporte, nove viaturas blindadas e nove ambulâncias. Já a Força Aérea Brasileira disponibiliza quatro aeronaves de ataque, cinco de patrulha, cinco de trans-porte e um helicóptero. Nos dias 26 e 27, serão realizados exercícios na Reduc (Refinaria de Duque de Caxias) e em navios plataforma.

Fonte: Brasil Econômico

 

Last Updated on Monday, 03 December 2012 10:33
 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2021 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.