BAE Systems testa aeronave pilotada a distância no Reino Unido PDF Print E-mail
Written by Administrator   
Wednesday, 15 May 2013 01:32

A BAE Systems realizou o primeiro voo, no espaço aéreo britânico, de uma aeronave não-tripulada. Trata-se do avião de pesquisa Jetstream, especialmente adaptado para voar sem tripulação.

 

O voo de 500 milhas, entre Warton, no Inglaterra e Inverness, na Escócia, sob o comando de um piloto baseado em terra e dos controladores de tráfego aéreo da NATS (National Air Traffic Control Services), fez parte de uma série de testes cujo objetivo era comprovar a tecnologia necessária para realizar voos seguros e rotineiros de aeronaves não-tripuladas de acordo com o programa ASTREA (Autonomous Systems Technology Related Airborne Evaluation & Assessment), no valor de £62 milhões.

 

O trabalho do programa ASTRAEA tem como objetivo as tecnologias, os sistemas, as instalações, os procedimentos e os regulamentos que viabilizarão a operação segura e rotineira de veículos autônomos, no espaço aéreo do Reino Unido.

 

De acordo com Lambert Dopping-Hepenstal da BAE Systems e diretor do programa ASTRAEA: "O trabalho deverá continuar na próxima fase do programa e muito provavelmente impactará todos nós, nos próximos cinco, dez, 20 anos, na medida do progresso das aeronaves não-tripuladas e suas respectivas tecnologias que se tornarão parte de nossa vida cotidiana”, disse. "Os testes ajudaram a comprovar a tecnologia de que precisamos para operar aeronaves não-tripuladas, de maneira rotineira, em nosso espaço aéreo, ajudando ainda as autoridades em questão a desenvolverem a estrutura na qual a aeronave poderá operar. Resumindo, acredito que estamos escrevendo um novo capítulo na história da aviação", finalizou.

 

"A NATS garantiu que este teste de voo fosse realizado sem nenhum impacto sobre a segurança de outros usuários do espaço aéreo, naquele momento.  Embora ainda haja trabalho a ser feito, parece-me que, com base no sucesso deste voo, esta aeronave não-tripulada poderia operar, em diferentes classes de espaço aéreo", disse Andrew Chapman, especialista da NATS em VANTs (veículos aéreos não-tripulados).

 

A plataforma de teste de voo do Jetstream da BAE Systems foi configurada como uma espécie de VANT, na qual os pilotos embarcados podem tirar suas mãos dos controles e transferir o comando para um piloto baseado em terra e/ou para um sistema embarcado, desenvolvido pela equipe da ASTRAEA.  Computadores e sistemas de controle, na parte posterior da aeronave, permitem seu voo, como se fosse uma aeronave não-tripulada.

 

O uso de um Veículo Aéreo Não-Tripulado possibilita que protótipos de sistemas autônomos, desenvolvidos pela equipe do programa ASTRAEA, sejam avaliados no ar, com segurança. A plataforma de teste de voo Jetstream está demonstrando tecnologias que previnem colisões no ar, sistemas que evitam condições metereológicas ruins, bem como protocolos de comunicação para controladores de tráfego aéreo.

 

O programa ASTRAEA de £62 milhões recebe fundos da AOS, BAE Systems, Cobham, Cassidian, QinetiQ, Rolls-Royce, Thales, Technology Strategy Board, Governo do País de Gales e Scottish Enterprise

 

 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2021 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.