Marinha terá mais poder para policiar PDF Print E-mail
Friday, 28 August 2009 14:55

 

Proposta vai a votação nos próximos dias no Congresso, que também discutirá a distribuição dos royalties de petróleo nos campos do pré-sal

 A Marinha terá poder de interpelar, revistar embarcações e prender suspeitos de crimes em águas brasileiras. A ampliação do poder de polícia da Força não só no mar territorial (de 12 milhas), mas na zona econômica exclusiva (onde estão os campos do pré-sal e que pode ultrapassar as 300 milhas), virá para esquentar o debate em torno da distribuição dos royalties do petróleo. Militares de alto escalão reivindicam a liberação de royalties retidos (R$ 3,5 bilhões) e esperam incremento de repasse após a exploração do pré-sal, que demandará maior atuação da esquadra naval.

O Aumento do poder de polícia da Marinha será encaminhado nos próximos dias ao Congresso pelo governo, em proposta de legislação para reorganizar os quartéis, criando o Estado-Maior único e centralizando compras de armas em supersecretaria subordinada diretamente ao ministro da Defesa.A legislação vai prever ainda que a Aeronáutica continue podendo ordenar que aeronaves suspeitas aterrissem, mas passará também a ter poderes de revistá-las e prender criminosos.

O Exército terá confirmado seu papel de repressão a crimes ambientais e transnacionais (como tráficos de armas, drogas e pessoas), especialmente nas fronteiras. A proposta foi apresentada ontem a lideranças partidárias em Brasília, enquanto no Rio ex-soldados da FAB aproveitam a agenda para pedir sua reintegração.

Fonte: O Dia - Alexandre Brum

Last Updated on Thursday, 03 September 2009 11:56
 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2021 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.