Começa segunda fase de mar da UNITAS - LII PDF Print E-mail
Written by Felipe Salles   
Monday, 02 May 2011 17:57
 

Na manhã da segunda-feira 2 de maio, os navios que participam do Exercício Unitas 52 partiram da Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ) na ilha de Mocanguê, para dar início à sua segunda fase de mar. Iniciado no dia 13 de abril em Salvador, este exercício tradicional reune navios brasileiros, americanos e argentino além de um convidado mexicano.

Por sugestão da Marinha do Brasil, esta edição dará menos ênfase na luta contra ameaças assimétricas, que neste momento são o principal foco das operações da US Navy, para retornar aos temas mais tradicionais da guerra naval de águas azuis que norteavam o planejamento deste exercício antes da chamada "Guerra ao Terror". Na visão da Marinha do Brasil operações centradas ao redor de operações de inderdição marítima (Maritime Interdiction Operations - MIO) na nossa realidade ainda são mais o foco dos navios patrulha que no Brasil são alocados aos distritos navais do que dos nossos navios maiores, como fragatas e corvetas. Já a Guerra Antisubmarina, Antiaérea e antisuperfície ao contrário, configuram-se como  a atividade central da nossa Esquadra. Para os Argentinos a coisa tem um agravante adicional: pela lei local, estas atividades de cunho mais "policial" não são absolutamente de sua alçada, mas, sim da Prefectura Naval, a Guarda Costeira do pais vizinho.

A semana passada no Rio permitiu que as tripulações pudessem engajar no lado social da UNITAS com cada marinha podendo receber convidados abordo de seu navio para a aproximação entre marinhas e entre nações que é o pilar do Exercício UNITAS desde seu nascimento décadas atrás.

O primeiro navio da UNITAS a partir foi a fragata brasileira Niterói (F40) por volta das 8h00 da manhã, seguida pelo navio-tanque Gastão Motta (G23) e pela fragata Bosísio (F48). Depois de um pequeno hiato, vieram as duas fragatas americanas da classe Oliver Hazard Perry, USS Thatch (43) e USS Boone (28). Já era 10h00 quando suspenderam os navios menores, o "cutter" da Guarda Costeira Americana USCGS Escanaba (WMEC907) e o patrulheiro de alto mar mexicano ARM Baja Califórnia (P162). Escalado para compor o leque de "ameaças" nos exercios que ocorrerão a seguir, logo depois passou o submarino brasileiro Tamoio (S31) e finalmente o destróier da classe Arleigh Burke USS Nitze (94). O destrutor argentino Almirante Brown (D11) e a Fragata Independência (F44), com o comando do exercício a bordo, partiram durante somente no começo da tarde desta segunda-feira. A fragata Independência substitui a fragata Constituição que realizou a primeira faze da UNITAS 52. No domingo dia 6 o GT está previsto para atracar na Base de Rio Grande, no estado brasileiro do mesmo nome para marcar a conclusão do exercício deste ano.

 

Fonte: ALIDE

Last Updated on Tuesday, 03 May 2011 13:52
 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2021 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.