USS Alabama Memorial - História preservada em aço PDF Print E-mail
Wednesday, 04 November 2009 12:27

 


 

USS Alabama: Memória preservada em Aço

ALIDE teve a oportunidade de conhecer três importantes museus após o término da nossa cobertura da UNITAS Gold. O primeiro foi o Museu Nacional da Aviação Naval em Pensacola, tema de matéria na edição passada. Desta vez, apresentamos aos nossos leitores o segundo museu visitado, o USS Alabama Memorial, em Mobile Bay. Acompanhem-nos nesta visita a um dos poucos navios remanescentes da era dos grandes canhões.

Visão impressionante.
Visão impressionante.Visão impressionante.
Visão impressionante.
Visão impressionante.Visão impressionante.
Visão impressionante.
Visão impressionante.Visão impressionante.
Imagens da proa.
Imagens da proa.Imagens da proa.
Visão impressionante.
Visão impressionante.Visão impressionante.
 

Filho, vocês acabaram de perder esta guerra que vocês arranjaram. Quando os Estados Unidos colocarem o poderio industrial deles na guerra, ninguém vai poder segurá-los.” A frase acima, profética, foi dita à Heinz Marquardt, por seu pai, em 7 de dezembro de 1941, quando ambos ouviram no rádio a notícia na casa da família Marquardt. “Dois anos depois Leo, eu dei razão ao meu pai”. Heinz Marquardt (1921- 2003) foi um dos ases da Luftwaffe na II Guerra com 121 vitórias em combate e contou-me essa estória em sua residência, perto de Frankfurt am Main, Alemanha.

Imagens da proa.
Imagens da proa.Imagens da proa.
Radar diretor de tiro do canhão de 5 pol.
Radar diretor de tiro do canhão de 5 pol.Radar diretor de tiro do canhão de 5 pol.
Canhões de 5 pol. acima e AAA de 40 embaixo.
Canhões de 5 pol. acima e AAA de 40 embaixo.Canhões de 5 pol. acima e AAA de 40 embaixo.
Parte da super-estrutura. Observar a ponte.
Parte da super-estrutura. Observar a ponte.Parte da super-estrutura. Observar a ponte.
Vista da popa
Vista da popaVista da popa
 

O USS Alabama Memorial é composto do encouraçado com este nome, do submarino USS Drum e da coleção de aeronaves, sendo assim um mais que completo museu militar. O Parque todo é dedicado a trazer as famílias para dentro da tradição militar e mais próximas das forças armadas e dos militares dos EUA. O Battleship Park ao redor destas atrações fica na margem da Baía de Mobile e dispõe de bastante espaço para piqueniques e para outras atividades de lazer ao ar livre.

O USS Alabama (BB60)

Logo após o ataque a Pearl Harbour, em 7 de dezembro de 1941, os americanos iniciaram rapidamente um assombroso programa de construção naval. O resultado de tamanho poder em pesquisa, desenvolvimento e fomento industrial desaguou na rendição incondicional do Império japonês na Baía de Tóquio em setembro de 1945, no convés de outro colosso dos mares, o encouraçado USS Missouri.

– O autor na torre de proa. A foto foi tirada propositadamente para dar idéia da dimensão do Alabama.
– O autor na torre de proa. A foto foi tirada propositadamente para dar idéia da dimensão do Alabama.– O autor na torre de proa. A foto foi tirada propositadamente para dar idéia da dimensão do Alabama.
Vista da popa.
Vista da popa.Vista da popa.
AAA de 20 mm.
AAA de 20 mm.AAA de 20 mm.
A proa do gigante.
A proa do gigante.A proa do gigante.
Canhão de 5 pol.
Canhão de 5 pol.Canhão de 5 pol.
 

Embora tenha começado a ser construído bem antes do envolvimento direto americano na II Guerra, o USS Alabama, o “Mighty A”, é um exemplo claro de como o potencial industrial de um país faz a diferença em situações de conflito.

Alabama016
Alabama016Alabama016
AAA de 20 mm
AAA de 20 mmAAA de 20 mm
AAA de 40 mm
AAA de 40 mmAAA de 40 mm
Imagens da proa
Imagens da proaImagens da proa
Camarote do comandante.
Camarote do comandante.Camarote do comandante.
 

A quilha do Alabama foi batida em 1º de fevereiro de 1940, e lançado ao mar em 16 de agosto de 1942.

Imagens da proa.
Imagens da proa.Imagens da proa.
Imagens da proa.
Imagens da proa.Imagens da proa.
Imagens da proa.
Imagens da proa.Imagens da proa.
Lentes do telêmetro da torre de proa.
Lentes do telêmetro da torre de proa.Lentes do telêmetro da torre de proa.
Mais AAA de 20mm.
Mais AAA de 20mm.Mais AAA de 20mm.
 

O  Alabama foi parte integrante das escoltas dos comboios que cruzaram o Atlântico até Murmansk, no extremo norte da União Soviética, durante dez meses e então voltou aos EUA.

Após dez dias de pequenos reparos, a embarcação seguiu rumo ao Canal do Panamá, saindo deste em 25 de agosto de 1943 e em setembro chegou às Ilhas Novas Hébridas para juntar-se a Terceira Frota para no mês seguinte tomar parte no assalto às Ilhas Gilbert. Mas esta foi uma das várias operações em que o Alabama esteve presente.

As condecorações de campanha juntamente com o “placar” de guerra.
As condecorações de campanha juntamente com o “placar” de guerra.As condecorações de campanha juntamente com o “placar” de guerra.
Refeitório dos praças.
Refeitório dos praças.Refeitório dos praças.
Camarote de oficial.
Camarote de oficial.Camarote de oficial.
Refeitório dos oficiais.
Refeitório dos oficiais.Refeitório dos oficiais.
Entrando no Alabama.
Entrando no Alabama.Entrando no Alabama.
 

O encouraçado também participou ativamente das campanhas das Marianas, Truk e Palau.

Ele também esteve na Batalha do Mar das Filipinas. A guerra no Pacífico contra o Japão foi essencialmente uma guerra de porta-aviões e parecia que o Alabama nunca seria utilizado para outra função que não fosse a defesa dos porta-aviões, mas na noite de 17 de julho de 1945 ele finalmente pode mostrar sua força bombardeando algumas fábricas localizadas a 80km ao norte de Tóquio.

Camarote do comandante.
Camarote do comandante.Camarote do comandante.
Depósito de munição de 20mm.
Depósito de munição de 20mm.Depósito de munição de 20mm.
Alabama078
Alabama078Alabama078
Vitrine com imagens da guerra na Pacífico.
Vitrine com imagens da guerra na Pacífico.Vitrine com imagens da guerra na Pacífico.
Vitrine com imagens da guerra na Pacífico.
Vitrine com imagens da guerra na Pacífico.Vitrine com imagens da guerra na Pacífico.
 

Após o fim da guerra era óbvio que a era dos grandes encouraçados tinha ficado para trás e os porta-aviões haviam sucedido à estes como as principais belonaves das esquadras, especialmente na americana. Em 9 de janeiro de 1947 o USS Alabama deu baixa no inventário da US Navy. Nada mal para uma belonave que ficou 37 meses em combate na II Guerra Mundial.

Posto de navegação.
Posto de navegação.Posto de navegação.
Sala de navegação.
Sala de navegação.Sala de navegação.
diorama mostrando como os alemães eram superiores em artilharia naval na II Guerra.
diorama mostrando como os alemães eram superiores em artilharia naval na II Guerra.diorama mostrando como os alemães eram superiores em artilharia naval na II Guerra.
diorama mostrando como os alemães eram superiores em artilharia naval na II Guerra.
diorama mostrando como os alemães eram superiores em artilharia naval na II Guerra.diorama mostrando como os alemães eram superiores em artilharia naval na II Guerra.
Detalhe do diretor de tiro do navio.
Detalhe do diretor de tiro do navio.Detalhe do diretor de tiro do navio.
 

Como normalmente sucede em todas as marinhas do mundo, navios descomissionados acabam indo para o desmanche. O mesmo iria ocorrer com o Alabama, porém, quando a US Navy anunciou o que iria ocorrer, um grupo de cidadãos do Estado do Alabama, criou a USS ALABAMA BATTLESHIP COMISSION para adquirir o navio e preservá-lo. Um grupo de crianças em idade escolar levantou US$ 100.000,00 e a comissão levantou US$ 1.000.000,00, o que foi o suficiente para pagar os custos de obtenção e manutenção iniciais, e, em 9 de janeiro de 1965 o navio foi aberto ao público e desde então mais de 13 milhões de pessoas já o visitaram em Mobile Bay.

O USS Drum.

O USS Drum é um submarino Classe Gato, que fez treze patrulhas durante a Segunda Guerra Mundial e é o mais antigo submarino americano em exposição no mundo. Ele foi lançado ao mar em 12 de maio de 1941 e comissionado em 1º de novembro daquele ano, praticamente um mês antes do ataque que levou os americanos ao conflito. Aliás, coube justamente à Força de Submarinos, no começo do envolvimento americano, o privilégio de levar a guerra aos japoneses. O USS Drum foi responsável pelo afundamento de 15 navios japoneses, totalizando cerca de 80.580 toneladas.

Um dos primeiros “computadores de tiro”.
Um dos primeiros “computadores de tiro”.Um dos primeiros “computadores de tiro”.
Timão.
Timão.Timão.
Alabama045
Alabama045Alabama045
Um belo submarino.
Um belo submarino.Um belo submarino.
Um belo submarino.
Um belo submarino.Um belo submarino.
 

O USS Drum foi descomissionado em 16 de fevereiro de 1946 e colocado na Reserva Naval em 18 de março de 1947. Entre 1967 e 1969 o submarino ficou na Frota Inativa. Neste mesmo ano, foi doado ao Battleship Alabama Comission e aberto ao público em 4 de julho de 1969.

Um belo submarino.
Um belo submarino.Um belo submarino.
Vista para a proa.
Vista para a proa.Vista para a proa.
Em boa forma, apesar do Katrina.
Em boa forma, apesar do Katrina.Em boa forma, apesar do Katrina.
vista da vela.
vista da vela.vista da vela.
Meia nau.
Meia nau.Meia nau.
 

Originalmente o Drum ficava ancorado atrás do Alabama, mas em 1998 o furacão George causou danos que fizeram com que o submarino fosse colocado em exposição em terra firme. Em 2005 foi a vez do Katrina passar pela localidade e também deixar suas marcas, especialmente no hangar

Em boa forma, apesar do Katrina.
Em boa forma, apesar do Katrina.Em boa forma, apesar do Katrina.
Em boa forma, apesar do Katrina.
Em boa forma, apesar do Katrina.Em boa forma, apesar do Katrina.
Em boa forma, apesar do Katrina.
Em boa forma, apesar do Katrina.Em boa forma, apesar do Katrina.
Alabama021
Alabama021Alabama021
A vela.
A vela.A vela.
 

Apesar de todas as dificuldades o Memorial continua atraindo visitantes do mundo todo.

Vista para a proa.
Vista para a proa.Vista para a proa.
Alabama028
Alabama028Alabama028
Alabama029
Alabama029Alabama029
Popa.
 Popa. Popa.
Alabama059
Alabama059Alabama059
 

Coleção de aeronaves do USS Alabama (BB 60) Battleship Memorial Park

Operador               Fabricante             Designação e nome             Número Série        Proprietário

2a Guerra Mundial e anteriores:

US Navy              OSX                     OS2U Kingfisher                         BU0951                 Park

US Army               North American   P-51D Mustang                         4474216                USAF

US Army               American              B-25J Mitchell                           20NC44310004      Park

US Army               Douglas               C-47D Sky Train                        4076326                USAF

US Navy               Boeing                 F4B-4 Biplane (Réplica)             9022                      USN

US Navy               Douglas               SBD-3 Dauntless                       06583                    USN

Guerra da Coréia

USAF                   North American     F-86L Sabre                              512993                   USAF

US Army               Piasecki               CH-21B Workhorse                    515859                   USAF

USMC                   Chance Vought    F4U-7 Corsair                            133704                   USN

US Navy               Grumman             F9F-5P Panther                         126275                   USN

US Army               Sikorsky               H-19 Chickasaw                        554239                    USA

Guerra do Vietnam

USMC                   McDonnell Douglas A-4L Skyhawk                          147787                  USN

USAF                    McDonnell Douglas F-4C Phantom                          637487                  USAF

USAF                    Republic    F-105B-IRE Thunderchief                       540102                  USAF

US Army               Bell           UH-IB Huey                                            21966                     USN

USNavy                Chance-Vought  RF-8G Crusader                           146898                    USN

Guerra Fria:

USAF                     Boeing                              B-52D Stratofortress    5071                        USAF

USAF                     Lockheed                          A-12 Blackbird              606968                    USAF

USAF                     Lockheed                          F-16A(GF) Falcon         79-0334                   USAF

US Army                Redstone                          Arsenal Redstone ICBM  Unknown              USA

US Navy /USMC     Northrop                           YF-17(F/A18) Prototype  AC 1002                USN

US Coast Guard:

USCG                      Grumman                         HU-16E Albatross         2129                        USN

USCG                      Sikorsky                           HH-52A Sea Guardian   1378                        USN

America’s business is business...

Ver o memorial à distância não é nada difícil. Como não enxergar um encouraçado fundeado? Sem contar que caso você não veja o encouraçadado, será difícil deixar de perceber o Phantom F-4 com camuflagem “southeast Ásia”, num pedestal de uns seis metros de altura, na porta do complexo.

Alabama040
Alabama040Alabama040
Alabama061
Alabama061Alabama061
Alabama043
Alabama043Alabama043
Alabama062
Alabama062Alabama062
Alabama044
Alabama044Alabama044
 

O estacionamento é amplo e a entrada do memorial é por dentro da loja do museu, ou seja, na ida e na volta da visita, obrigatoriamente você tem que passar por aquela quantidade de pôsters, bonés, camisetas, canecas e outros brindes. “America`s business, is business”.

Alabama063
Alabama063Alabama063
Alabama064
Alabama064Alabama064
Alabama065
Alabama065Alabama065
Alabama066
Alabama066Alabama066
Alabama067
Alabama067Alabama067
 

É emocionante entrar naquele imenso navio. Tudo num encouraçado é impressionante.

Comecei a visita pela popa, visitando a parte externa primeiramente e só depois entrei no navio. Na saída, fui até a proa. Estava muito quente e nem todos os locais do navio tinham ar condicionado.

As fotos falam por si. Após vasculhar o encouraçado, visitei o “Aviation Hall” do museu e o USS Drum.

Durante a visita ocorreram dois eventos especiais neste museu. O primeiro foi quando estava olhando os aviões no enorme hall e tentando obter uma foto boa, panorâmica, feita de algum lugar alto, pedi a um senhor que tomava conta de um pequeno simulador de F-14 para tirar uma foto do alto da escada que dá acesso ao interior do simulador. Ele concede e faço a foto. Ao descer, noto que ele usa um boné com um bordado que diz: “Vietnam Veteran”. Pergunto se ele esteve em combate no Vietnam e ele confirma. Eu então digo: “Então, meus respeitos!” E aperto a mão dele. Ele me cumprimenta e diz “Thanks! Double, double thanks!”

Alabama068
Alabama068Alabama068
Alabama069
Alabama069Alabama069
Alabama070
Alabama070Alabama070
Alabama071
Alabama071Alabama071
Alabama074
Alabama074Alabama074
 

Na saída, havia um outro senhor, bem mais velho, usando um boné “World War II Veteran”. Eu imagino que ele deve ser um veterano do Alabama. Ele veste camisa e gravata, carregando o paletó na mão. Quando ele coloca o paletó, uma quantidade enorme de medalhas está pendurada no lado esquerdo. Noto próximo à ele, uma mesa repleta de exemplares de um livro cujo o título é “Hell’s Guest” (Hóspede do Inferno).

Alabama075
Alabama075Alabama075
Alabama076
Alabama076Alabama076
Alabama077
Alabama077Alabama077
Alabama079
Alabama079Alabama079
Patriotismo em toda parte.
Patriotismo em toda parte.Patriotismo em toda parte.
 

Eu pergunto se ele serviu no Alabama e ele responde:

-Não. Eu estava no exército. Fui prisioneiro dos japoneses por três anos. Estou aqui vendendo o meu livro, contando minha estória. Sou o coronel Glenn D. Frazier.

O Hunley.
O Hunley.O Hunley.
O Hunley.
O Hunley.O Hunley.
O Hunley.
O Hunley.O Hunley.
O pavilhão.
O pavilhão.O pavilhão.
Monumentos a submarinistas.
Monumentos a submarinistas.Monumentos a submarinistas.
 

O cumprimento e digo-lhe que não o invejo. Todos sabem o modo como os japoneses tratavam os prisioneiros. Digo que vou comprar um exemplar e peço para ele autografar. Enquanto estou na fila para pagar o livro no caixa da loja, uma senhora de uns quarenta anos entra e o reconhece. Ele deve ser bem conhecido pela região. Ele vai até ele o cumprimenta e diz:

- Obrigado pelos seus serviços ao nosso país!

Na fila, fico imaginando se algum dia, alguém teve semelhante gesto pelos veteranos da FEB.

Monumentos a submarinistas.
Monumentos a submarinistas.Monumentos a submarinistas.
YF-17.
YF-17.YF-17.
F-14 A Tomcat.
F-14 A Tomcat.F-14 A Tomcat.
A-6 Intruder com o nome do Cmdr Denton.
A-6 Intruder com o nome do Cmdr Denton.A-6 Intruder com o nome do Cmdr Denton.
HS-2F Seasprite.
HS-2F Seasprite.HS-2F Seasprite.
 

Volto para pegar o autógrafo dele no livro e ele pergunta sobre o que eu quero que ele escreva. “O que o senhor quiser”, respondo. Ele então escreve o seguinte

 “Para o Leo: Espero que você goste deste livro. Ele trará até você uma visão sobre Bataan e também ajudá-lo a ultrapassar qualquer desafio. As bênçãos de Maria possam vir até você.

Coronel Glenn Frazier”

Peço para tirar uma foto com ele e ele concede aproveita e mostra a capa do livro.

América’s business, is business...

Saio do museu e volto para o hotel. No dia seguinte iria conhecer outro museu. Mas isso fica para a próxima edição.

Uma panorâmica.
Uma panorâmica.Uma panorâmica.
Panorâmica.
Panorâmica.Panorâmica.
F/A – 18 Hornet.
F/A – 18 Hornet.F/A – 18 Hornet.
A-4 L.
A-4 L.A-4 L.
RF-8G Crusader
RF-8G CrusaderRF-8G Crusader
 

Chegando até Mobile no Alabama:

Não existem vôos diretos do Brasil para cá. As melhores opções são ir para Atlanta ou Miami, e, de lá, tomar uma conexão para Mobile.

Hotel não falta nesta cidade, pois como é uma região turística, destino de férias para aqueles que buscam as praias e o calor do Golfo do México, existem dezenas de opções de hospedagem para todos os bolsos.

P-51 D com as marcas do Katrina.
P-51 D com as marcas do Katrina.P-51 D com as marcas do Katrina.
Mig-17 recém adquirido.
Mig-17 recém adquirido.Mig-17 recém adquirido.
B-25 J.
B-25 J.B-25 J.
HH-52 A Sea Guardian.
HH-52 A Sea Guardian.HH-52 A Sea Guardian.
O autor ao lado do coronel Frazier.
O autor ao lado do coronel Frazier.O autor ao lado do coronel Frazier.
 

Horário de visitação:

O Memorial fica aberto todos os dias do ano exceto no Natal. Os horários são de 8.00 ás 16 horas (entre outubro e março) até ás 17 horas (de abril a setembro).

Crianças menores de 6 anos não pagam para entrar. Já aquelas entre 6 e 11 pagam só US$ 6.00 e os adultos pagam preço cheio: US$ 12.00

Site do museu

www.ussalabama.com

Telefone: (00XX-1-251) 433-2703

Fax: (00XX-1- 251) 433-2777

Site do coronel Frazier:

www.hellsguest.com

Last Updated on Friday, 08 January 2010 05:53
 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2018 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.