USS Intrepid Museum - Um museu "popular" em Nova Iorque PDF Print E-mail
Written by Felipe Salles   
Monday, 03 May 2010 00:00

 

Nova York dispensa qualquer caracterização adicional como “Meca do turismo internacional”. No píer 86, na altura da Rua 46, bem no West Side de Manhattan, o fã da história militar vai encontrar uma ótima alternativa para escapar do inevitável momento em que os demais membros do grupo resolvem agendar aquela “comprinha final da viagem. Fica ali o USS Intrepid, um dos 24 porta aviões de escolta da classe Essex ele foi preservado e hoje abriga  importante e variada coleção de aeronaves.

USS-Intrepid001
USS-Intrepid001USS-Intrepid001
USS-Intrepid002
USS-Intrepid002USS-Intrepid002
USS-Intrepid003
USS-Intrepid003USS-Intrepid003
USS-Intrepid004
USS-Intrepid004USS-Intrepid004
USS-Intrepid005
USS-Intrepid005USS-Intrepid005

USS-Intrepid006
USS-Intrepid006USS-Intrepid006
USS-Intrepid007
USS-Intrepid007USS-Intrepid007
USS-Intrepid008
USS-Intrepid008USS-Intrepid008
USS-Intrepid009
USS-Intrepid009USS-Intrepid009
USS-Intrepid010
USS-Intrepid010USS-Intrepid010
 

USS-Intrepid011
USS-Intrepid011USS-Intrepid011
USS-Intrepid012
USS-Intrepid012USS-Intrepid012
USS-Intrepid013
USS-Intrepid013USS-Intrepid013
USS-Intrepid014
USS-Intrepid014USS-Intrepid014
USS-Intrepid015
USS-Intrepid015USS-Intrepid015

A Classe Essex

Durante a Segunda Grande Guerra a Marinha Americana apoiou-se com grande sucesso na sua grande frota de porta-aviões. As mudanças geopolíticas e geoestratégicas, produzida pelos grandes confrontos ocorridos no Pacífico contra a Marinha Imperial Japonesa, embalam até hoje os defensores deste tipo de navio por todo o mundo. Após o ataque nipônico a Base Naval de Pearl Harbor no Havaí em 7 de dezembro de 1941 o governo americano disparou um programa de construção naval de imensas proporções que culminou com a criação da Classe Essex que inicialmente teria 36 navios, número este naturalmente cortado ao final da Guerra para 24. Esta classe nasceu efetivamente com a decisão dos EUA em maio de 1938 de abandonar os tratados assinados com o Japão que limitavam o tamanho máximo para a construção de navios militares dos dois países. Com isso fora encomendados o CV-8 Hornet e o CV-9 Essex, navios que com 27.000 toneladas eram significativamente maiores em tamanho e deslocamento do que o navio-aeródromo anterior, o CV-6 Enterprise.

USS-Intrepid016
USS-Intrepid016USS-Intrepid016
USS-Intrepid017
USS-Intrepid017USS-Intrepid017
USS-Intrepid018
USS-Intrepid018USS-Intrepid018
USS-Intrepid019
USS-Intrepid019USS-Intrepid019
USS-Intrepid020
USS-Intrepid020USS-Intrepid020
 

USS-Intrepid021
USS-Intrepid021USS-Intrepid021
USS-Intrepid022
USS-Intrepid022USS-Intrepid022
USS-Intrepid023
USS-Intrepid023USS-Intrepid023
USS-Intrepid024
USS-Intrepid024USS-Intrepid024
USS-Intrepid025
USS-Intrepid025USS-Intrepid025
 

USS-Intrepid026
USS-Intrepid026USS-Intrepid026
USS-Intrepid027
USS-Intrepid027USS-Intrepid027
USS-Intrepid028
USS-Intrepid028USS-Intrepid028
USS-Intrepid029
USS-Intrepid029USS-Intrepid029
USS-Intrepid030
USS-Intrepid030USS-Intrepid030
 

Em setembro de 1940 um novo contrato, desta vez, para outros oito porta-aviões desta classe foi emitido. Uma semana apenas após o ataque a Pearl Harbor mais dois NAes desta classe foram contratados. Em agosto de 1942, após dois dos recém entregues navios desta classe terem sido afundados em maio e junho de 1942 pelo inimigo o governo americano colocou pedidos para mais dez unidades desta classe. Em setembro e outubro deste ano mais dois navios desta classe iriam ainda a pique. Os navios desta classe foram construídos entre 1941 e 1950 permanecendo em serviço entre na US Navy entre 1942 e 1991.

O Navio

O Intrepid foi construído no estaleiro Newport News Shipbuilding no estado americano da Virgínia. Sua quilha foi batida, em 1º de dezembro de 1941 e foi lançado ao mar já em 26 de abril de 1943. No dia 16 de agosto daquele ano o navio foi então comissionado na US Navy. A primeira fase da carreira deste navio, durante a 2ª Guerra, ele passou no Pacífico, participando das campanhas das Ilhas Marshall, Palau e Filipinas; e, ao final em Okinawa e no ataque decisivo americano contra as ilhas do arquipélago japonês.

USS-Intrepid031
USS-Intrepid031USS-Intrepid031
USS-Intrepid032
USS-Intrepid032USS-Intrepid032
USS-Intrepid033
USS-Intrepid033USS-Intrepid033
USS-Intrepid034
USS-Intrepid034USS-Intrepid034
USS-Intrepid035
USS-Intrepid035USS-Intrepid035
 

USS-Intrepid036
USS-Intrepid036USS-Intrepid036
USS-Intrepid037
USS-Intrepid037USS-Intrepid037
USS-Intrepid038
USS-Intrepid038USS-Intrepid038
USS-Intrepid039
USS-Intrepid039USS-Intrepid039
USS-Intrepid040
USS-Intrepid040USS-Intrepid040
 

USS-Intrepid041
USS-Intrepid041USS-Intrepid041
USS-Intrepid042
USS-Intrepid042USS-Intrepid042
USS-Intrepid043
USS-Intrepid043USS-Intrepid043
USS-Intrepid044
USS-Intrepid044USS-Intrepid044
USS-Intrepid045
USS-Intrepid045USS-Intrepid045
 

Inicialmente classificado como um CV (“Carrier Vessel” – Navio Aeródromo, em português), após muitas modernizações durante a primeira parte da década de 50, o navio foi reclassificado em outubro de 1952 como “CVA” – Navio Aeródromo de Ataque, e outra vez, em março de 1962, foi rebaixado à condição de Navio Aeródromo antisubmarino, ou, “CVS”na terminologia da US Navy. Durante a Guerra Fria o Intrepid manteve-se quase que exclusivamente no Atlântico, mas, também teve a oportunidade de realizar alguns “Tour of Duty” na costa do Vietnam durante a Guerra. O USS Intrepid foi o primeiro NAe da US Navy a receber catapultas de vapor na proa, um sistema indispensável para a operação dos maiores e mais pesados aviões a jato que entraram em serviço no imediato pós-guerra.

USS-Intrepid046
USS-Intrepid046USS-Intrepid046
USS-Intrepid047
USS-Intrepid047USS-Intrepid047
USS-Intrepid048
USS-Intrepid048USS-Intrepid048
USS-Intrepid049
USS-Intrepid049USS-Intrepid049
USS-Intrepid050
USS-Intrepid050USS-Intrepid050
 

USS-Intrepid051
USS-Intrepid051USS-Intrepid051
USS-Intrepid052
USS-Intrepid052USS-Intrepid052
USS-Intrepid053
USS-Intrepid053USS-Intrepid053
USS-Intrepid054
USS-Intrepid054USS-Intrepid054
USS-Intrepid055
USS-Intrepid055USS-Intrepid055
 

USS-Intrepid056
USS-Intrepid056USS-Intrepid056
USS-Intrepid057
USS-Intrepid057USS-Intrepid057
USS-Intrepid058
USS-Intrepid058USS-Intrepid058
USS-Intrepid059
USS-Intrepid059USS-Intrepid059
USS-Intrepid060
USS-Intrepid060USS-Intrepid060

Dentro do programa espacial americano, coube ao navio ser a base móvel de resgate de duas missões espaciais. A primeira foi o segundo vôo orbital do programa espacial americano em maio de 1962, onde o astronauta Scott Carpenter e sua cápsula “Aurora 7” foram recuperado no mar,  próximo a Porto Rico, no Atlântico. Depois emXXX  a Mercury e a Gemini

Tipo: Navio Aeródromo

Deslocamento:27,200 toneladas/ 36,380 toneladas carregado

Comprimento:266 metros

Boca:28 metros

Calado:7 metros

Propulsão: Turbinas Westinghouse ligadas a quatro eixos com oito caldeiras Babcock & Wilcox

Velocidade máxima:33 nós

Alcance:15,000 milhas náuticas a 15 nós

Armamento:    

- 12 × canhões de 5 polegadas/38 (4 × 2 e 4 x 1)

- 68 × canhões de 40 mm Bofors (17 × 4)

- 65 × canhões de 20 mm Oerlikon

Blindagem: 1,5 pol (38 mm) no convés do hangar, cinta de 2,5 a 4 pol (64 a 102 mm) de espessura

Aeronaves transportadas : 90-100 (110 no caso do Lexington)

O Museu

O Museu foi inaugurado em 1982 ao final de uma longa batalha para salvar o casco do Intrepid do desmanche. Por trás desta ousada iniciativa estavam Zachary Fisher, milionário da indústria imobiliária, e o jornalista Michael Stern. A simples preservação do casco contra a corrosão, já envolve um imenso gasto regular o que exigia que o Museu tivesse sucesso para se manter ao longo dos anos como uma entidade privada. Apenas quatro anos depois de aberto o Museu foi reconhecido com o importante título de “National Histórical Landmark” (Marco Histórico Nacional dos EUA). A presença deste imponente museu numa área pouco valorizada da ilha de Manhattan acabou por revitalizar a região trazendo moradores afluentes e mudando o perfil de uma área, até então, de cunho meramente industrial.

USS-Intrepid061
USS-Intrepid061USS-Intrepid061
USS-Intrepid062
USS-Intrepid062USS-Intrepid062
USS-Intrepid063
USS-Intrepid063USS-Intrepid063
USS-Intrepid064
USS-Intrepid064USS-Intrepid064
USS-Intrepid065
USS-Intrepid065USS-Intrepid065
 

USS-Intrepid066
USS-Intrepid066USS-Intrepid066
USS-Intrepid067
USS-Intrepid067USS-Intrepid067
USS-Intrepid068
USS-Intrepid068USS-Intrepid068
USS-Intrepid069
USS-Intrepid069USS-Intrepid069
USS-Intrepid070
USS-Intrepid070USS-Intrepid070
 

USS-Intrepid071
USS-Intrepid071USS-Intrepid071
USS-Intrepid072
USS-Intrepid072USS-Intrepid072
USS-Intrepid073
USS-Intrepid073USS-Intrepid073
USS-Intrepid074
USS-Intrepid074USS-Intrepid074
USS-Intrepid075
USS-Intrepid075USS-Intrepid075

Chegar ao local é simples seja via taxi, ônibus, metrô ou carro. Alerta! Prepare-se para gastar mais nesta última opção de transporte, pois os estacionamentos em Manhattan são muito salgados. A proa do navio fica praticamente encostada no edifício que abriga as bilheterias, roletas e a inevitável lojinha de lembranças. Do nível da rua, na 12ª Avenida, pode-se já vislumbrar partes dos aviões que são exibidos no convoo.  Entrando no complexo  acesso dos visitantes no navio é facilitada pela existência de colunas externas de escadas/elevadores bastante amplas, semelhantes aos “fingers” usados nos aeroportos modernos. Por elas, o visitante pode livremente escolher se iniciará sua visita pelo convés do hangar ou pelo convés de vôo. Estas escadas evitam que grandes números de pessoas tenham que se submeter a ter que esgueirar por dentro dos corredores estreitos e escadas empinadas características de todo velho navio militar. Com esta solução pessoas mais velhas ou com dificuldade de locomoção também podem aproveitar este passeio.

O Hangar

O amplo espaço do hangar que outrora abrigou centenas mecânicos, trabalhando e armando 24/7 muitas das aeronaves que fizeram época, hoje, acomodam a parte “interna” do museu. O clima em Nova York varia intensamente ao longo do ano, de mais de 30 graus centígrados no verão até 10 graus negativos no inverno. Para agravar o convoo externo pode ser muito incômodo durante os períodos de chuvas da Primavera e do Outono. Para contornar isso o hangar foi transformado num espaço multimídia com aeronaves, vídeos e máquinas interativas que ensinam as visitantes mais novos ou mais leigos como funcionam os aviões e o navio em que eles se encontram. Este não é um museu especialmente dedicado aos entusiastas mais conhecedores, mais estudiosos. Aqui é o lugar adequado para dar a partida num interesse pelo mundo da aviação e dos temas de defesa. A simples presença de aeronaves feitas para operar de terra num convoo de navio aeródromo poderia ser visto como heresia por muitos estudiosos mais puristas. Mas, a pretensão do Museu USS Intrepid, antes de qualquer coisa, é de ser um local para o “lazer” e para “entretenimento”. É sobre chegar bem perto de aeronaves que normalmente só são vistas a distância ou em fotos. 

USS-Intrepid076
USS-Intrepid076USS-Intrepid076
USS-Intrepid077
USS-Intrepid077USS-Intrepid077
USS-Intrepid078
USS-Intrepid078USS-Intrepid078
USS-Intrepid079
USS-Intrepid079USS-Intrepid079
USS-Intrepid080
USS-Intrepid080USS-Intrepid080
 

USS-Intrepid081
USS-Intrepid081USS-Intrepid081
USS-Intrepid082
USS-Intrepid082USS-Intrepid082
USS-Intrepid083
USS-Intrepid083USS-Intrepid083
USS-Intrepid084
USS-Intrepid084USS-Intrepid084
USS-Intrepid085
USS-Intrepid085USS-Intrepid085
 

USS-Intrepid086
USS-Intrepid086USS-Intrepid086
USS-Intrepid087
USS-Intrepid087USS-Intrepid087
USS-Intrepid088
USS-Intrepid088USS-Intrepid088
USS-Intrepid089
USS-Intrepid089USS-Intrepid089
USS-Intrepid090
USS-Intrepid090USS-Intrepid090
 

O Intrepid também ambiciona se posicionar como “espaço memorial”, um lugar onde parentes de veteranos de guerra possam entrar em contato com a perspectiva humana da Guerra. Conceitos como a “Honra”, aquele terrível e final sacrifício individual que cada militar deve estar pronto a fazer, em prol da Nação, da Pátria e, finalmente, de suas famílias, em caso de guerra.

O USS Growler

Do lado de fora do Intrepid, do outro lado do píer, se encontra o submarino de propulsão diesel-elétrica USS Growler (SSG-557). Este é, claramente, um modelo de transição, dos submarinos tradicionais característicos do final da Segunda Guerra, para os novos submarinos lançadores de mísseis balísticos.

O USS Growler e seus contemporâneos, o USS Barbero, USS Tunny, USS Greyback e USS Halibut (o único submarino lançador de Regulus de propulsão nuclear) executaram 40 patrulhas de dissuasão nuclear armado com seus mísseis de cruzeiro atômicos Chance Vought SSM-N-8 Regulus antes de serem substituídos pelos novos submarinos da classe George Washington.

USS-Intrepid091
USS-Intrepid091USS-Intrepid091
USS-Intrepid092
USS-Intrepid092USS-Intrepid092
USS-Intrepid093
USS-Intrepid093USS-Intrepid093
USS-Intrepid094
USS-Intrepid094USS-Intrepid094
USS-Intrepid095
USS-Intrepid095USS-Intrepid095
 

USS-Intrepid096
USS-Intrepid096USS-Intrepid096
USS-Intrepid097
USS-Intrepid097USS-Intrepid097
USS-Intrepid098
USS-Intrepid098USS-Intrepid098
USS-Intrepid099
USS-Intrepid099USS-Intrepid099
USS-Intrepid100
USS-Intrepid100USS-Intrepid100
 

USS-Intrepid101
USS-Intrepid101USS-Intrepid101
USS-Intrepid102
USS-Intrepid102USS-Intrepid102
USS-Intrepid103
USS-Intrepid103USS-Intrepid103
USS-Intrepid104
USS-Intrepid104USS-Intrepid104
USS-Intrepid105
USS-Intrepid105USS-Intrepid105
 

Este míssil de cruzeiro levava uma ogiva de 1400 quilos, medindo 10 metros de comprimento e uma envergadura de quase 1,5 metros. Ele era carregado em um “hangar”estanque construído na proa dos submarinos, permanecendo em serviço entre 1955 e 1964. Um total de 514 destes mísseis foi fabricado antes do encerramento da linha. Durante a visita de ALIDE ao USS Intrepid Museum o Growler tinha sido tirado de exposição para manutenção regular.

A coleção de aeronaves do USS Intrepid inclui:

USAF

Lockheed (ex-General Dynamics) F-16 Fighting Falcon veteran da Guerra no Iraque (Desert Storm)

Lockheed A-12 (avião espião monoplace da CIA, antecedeu o famoso SR-71A “Black Bird”)

US Navy

Grumman F-14 Tomcat   Este é o sétimo protótipo deste avião. Ele fou usado posteriormente como protótipo do Super Tomcat

Douglas A-4 Skyhawk

Beechcraft T-34 Mentor - Treinador padrão da USN

Grumman TBF Avenger - Bombardeiro de torpedo da Segunda Guerra Mundial

Grumman E-1 Tracer - Aeronave-radar de alerta antecipado (AEW) embarcada, derivado especializado do Grumman S-2 Tracker

Grumman F-11 Tiger - Esta célula serviu como o avião número 5 da equipe de demonstração Blue Angels

North American FJ-2/-3 Fury – Esta é uma versão navalizada do F-86 Sabre

Vought  F-8 Crusader

Grumman A-6 Intruder - Esta aeronave específica foi usada como plataforma de testes para um novoi sistema de radar e de aviônicos em 1988

Mc Donnell F3H Demon Avião de caça antecessor direto do F-4 Phantom

Grumman F-9 Cougar

Piasecki HUP (H-25) Helicóptero com dois rotores em tandem, antecessor dos Sea Knight e dos Chinook

US Marine Corps (Fuzileiros Navais Americanos)

McDonnell-Douglas F-4 Phantom II

McDonnell-Douglas (BAe) AV-8B Harrier II

Douglas F3D Skyknight

Bell AH-1J Sea Cobra

US Army (Exército Americano)

Bell AH-1 Cobra

Bell UH-1 Iroquois

Bell 47

US Coast Guard (Guarda Costeira)

Sikorsky H-19

Sikorsky HH-52 Sea Guardian (derivado do modelo S-61 civil)

NASA

Réplica da cápsula espacial Aurora 7

Aeronaves não-americanas

BAC – Aerospatiale Concorde G-BOAD exibido nas cores da British Airways. Este avião bateu um recorde de velocidade para aviões de passageiros no dia 7 de fevereiro de 1996, ao voar de Nova York para Londres em apenas duas horas, 52 minutos e 59 segundos.

Aermacchi MB-339, nas cores da esquadrilha de exibição Frecce Tricolori

Dassault Étendard IV da marinha francesa

IAI Kfir israelense mais com pintura inconsistente, exibindo o símbolo da Força Aérea israelense junto com marcações de esquadrões americanos na empenagem vertical. Esta célula foi usada por algum tempo pela US Navy como aeronave do programa Aggressor (simulando caças de origem russa)

Mikoyan-Gurevich MiG-15 usado pela China

Mikoyan-Gurevitch MiG-17 fabricado na Polônia sob licença

Mikoyan-Gurevitch MiG-21 fabricado na Polônia sob licença

Supermarine Scimitar da Royal Navy 

 

Last Updated on Wednesday, 05 May 2010 14:00
 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2018 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.