IMDS 2011: A feira naval russa PDF Print E-mail
Written by Felipe Salles   
Friday, 02 December 2011 00:45

 

 

Exterior do Lenexpo
Exterior do LenexpoExterior do Lenexpo
Exterior do Lenexpo
Exterior do LenexpoExterior do Lenexpo
Vista interna da exposição
Vista interna da exposiçãoVista interna da exposição
Vista interna da exposição
Vista interna da exposiçãoVista interna da exposição
Agat
AgatAgat

Uma FREMM russa seria possível?
Uma FREMM russa seria possível?Uma FREMM russa seria possível?
A STX Europe e a DCNS venderam Mistral para os russos
A STX Europe e a DCNS venderam Mistral para os russosA STX Europe e a DCNS venderam Mistral para os russos
Alemanha: Atlas Elektronik...
Alemanha: Atlas Elektronik...Alemanha: Atlas Elektronik...
Rohde & Schwartz
Rohde & SchwartzRohde & Schwartz
A forte indústria de componentes navais russos
A forte indústria de componentes navais russosA forte indústria de componentes navais russos

IMDS - A grande feira da indústria naval russa

São Petersburgo, a antiga capital imperial russa, recebeu entre 29 de junho e 3 de julho de 2011 a quinta edição do International Maritime Defense Show (IMDS). O evento ocorreu na área de exposições Lenexpo, à beira mar na ilha Vasilievsky. Pela primeira vez ALIDE visitou uma feira na Rússia e aproveitou para dar uma sapeada do atual estado da indústria naval de defesa da Rússia.

Gorizont com um UAV austríaco...
Gorizont com um UAV austríaco...Gorizont com um UAV austríaco...
Classe Improved Kilo
Classe Improved KiloClasse Improved Kilo
Corveta Molniya
Corveta MolniyaCorveta Molniya
Fragata 1135 improved Krivak
Fragata 1135 improved KrivakFragata 1135 improved Krivak
Maquetes de sensores navais
Maquetes de sensores navaisMaquetes de sensores navais

Desde 2000, quando o primeiro ministro Vladimir Putin assumiu o poder na Rússia pela primeira vez, o governo está numa verdadeira cruzada para voltar a impor algum semblante de ordem na sua economia e nas forças armadas do país. O efeito disso se faz sentir justamente na indústria da defesa, a área de convergência e intercessão destas duas grandes áreas. Este ano, 42000 visitantes da indústria e 91 delegações oficias de 68 países se fizeram presentes na IMDS 2011. 409 empresas de 30 países participaram da exposição, entre as quais 71 eram de países estrangeiros. A área de exposição alcançou 15.000 metros quadrados dentro dos salões, nas áreas externas nos píers do Terminal Marítimo e no mar ao redor do Centro de Convenções. A próxima edição deste evento, como já foi anunciado, ocorrerá no mesmo local entre os dias 26 e 30 de junho de 2013.

Mais uma 'pedra'...
Mais uma 'pedra'...Mais uma 'pedra'...
Terminal do SICONTA russo
Terminal do SICONTA russoTerminal do SICONTA russo
Alça optrônica naval
Alça optrônica navalAlça optrônica naval
As verdadeiras 'armas' russas não são os navios...
As verdadeiras 'armas' russas não são os navios...As verdadeiras 'armas' russas não são os navios...
A corveta Steregushchyi
A corveta SteregushchyiA corveta Steregushchyi

Como resultado comercial, foi anunciado por Roman Trotsenko, presidente da holding estatal United Shipbuilding Corporation "Assinamos durante o IMDS dois acordos junto com a Rosoboronexport para vender duas corvetas Tigr para a Argélia e três corvetas leves lança mísseis da classe Molniya para uma das antigas repúblicas soviéticas". Estes contratos foram estimados em 1,3 bilhões de dólares americanos. A corveta Tigr é uma versão para exportação da corveta da classe Stereguchiy.

O BPC Mistral que foi vendido aos russos
O BPC Mistral que foi vendido aos russosO BPC Mistral que foi vendido aos russos
Míssil antinavio supersônico Moskit
Míssil antinavio supersônico MoskitMíssil antinavio supersônico Moskit
IMDS2011-023
IMDS2011-023IMDS2011-023
Os russos apresentam várias opções de mísseis
Os russos apresentam várias opções de mísseisOs russos apresentam várias opções de mísseis
Kh-59MK, KAB-500Kr e sistema anti torpedo Paket E/NK
Kh-59MK, KAB-500Kr e sistema anti torpedo Paket E/NKKh-59MK, KAB-500Kr e sistema anti torpedo Paket E/NK

O stand da Vympel
O stand da VympelO stand da Vympel
Maquete do missile boat Molniya
Maquete do missile boat MolniyaMaquete do missile boat Molniya
Stand da Wärtsilä
Stand da WärtsiläStand da Wärtsilä
Sistema defesa costeira Bal-E / Kh-35E
Sistema defesa costeira Bal-E / Kh-35ESistema defesa costeira Bal-E / Kh-35E
Variantes do helicoptero Kamov Ka-27 Helix
Variantes do helicoptero Kamov Ka-27 HelixVariantes do helicoptero Kamov Ka-27 Helix

A nova Holding OSK - United Shipbuilding Corporation

A indústria naval na Rússia desde a época da URSS é composta por várias entidades independentes. Existem os bureaus (escritórios) de projeto, os estaleiros e as empresas desenvolvedores de sistemas e de armas. Os primeiros têm a função de transformar os requerimentos da Marinha em novas classes de navios de guerra e de submarinos. A produção das novas unidades, por sua vez, era distribuída pelo planejamento central entre todos os estaleiros estatais de forma a mantê-los todos igualmente ocupados no  máximo nível de produção viável. A crise dos anos Yeltsin potencializou a imensa desestruturação que surgiu  do colapso da União soviética em 1991 deixando a indústria naval russa em um verdadeiro estado de coma.

O Kamov Ka-52 Hokum será usado nos Mistral
O Kamov Ka-52 Hokum será usado nos MistralO Kamov Ka-52 Hokum será usado nos Mistral
Sistema de automação de máquinas
Sistema de automação de máquinasSistema de automação de máquinas
Maquete no stand da MTU alemã
Maquete no stand da MTU alemãMaquete no stand da MTU alemã
Marlog, também alemã
Marlog, também alemãMarlog, também alemã
Uma central eletronuclear flutuante para o Ártico
Uma central eletronuclear flutuante para o ÁrticoUma central eletronuclear flutuante para o Ártico

Em 2007 foi criada a United Shipbuilding Corporation, uma nova holding incumbida de concentrar e otimizar os esforços da indústria naval russa tanto no mundo civil como no militar. Naturalmente, como a construção naval é uma daquelas indústrias com muitas tecnologias de "uso dual", todos os progressos alcançados no mundo civil, imediatamente, se revelam como melhorias no mundo militar também. Mesmo que seja efetivamente impossível produzir navios civis/comerciais com os baixos custos de Coréia do Sul ou da nova entrante neste segmento, a China, este é um passo crítico para a Rússia poder seguir adiante com suas ambições futuras de manter-se uma competitiva exportadora de navios militares. Especialmente porque cada navio de guerra arrasta consigo bilhões de dólares em sensores e armamento avançado fabricados pela indústria de defesa russa. Alguns estaleiros-chave, como o Severnaya Verf, no entanto, seguem em mãos privadas, mas o governo russo já está se movimentando para reconduzi-los à área de controle do estado via a USC.

O maior estande do evento era da holding estatal OSK.
O maior estande do evento era da holding estatal OSK.O maior estande do evento era da holding estatal OSK.
Corveta Gepard 3.9
Corveta Gepard 3.9Corveta Gepard 3.9
Canhoneira Projeto 12130E 'Ogonek'
Canhoneira Projeto 12130E 'Ogonek'Canhoneira Projeto 12130E 'Ogonek'
IMDS2011-039
IMDS2011-039IMDS2011-039
IMDS2011-040
IMDS2011-040IMDS2011-040

No ocidente, os estaleiros geralmente são ou nasceram como empreendimentos privados que carregam os nomes de seus fundadores ou então de suas localidades como sua "identidade". Na Rússia todos os bureaus que nasceram durante o período inicial soviético eram conhecidos burocraticamente unicamente por números sequenciais. Os estaleiros mais antigos, por sua vez, mantiveram seus nomes "clássicos", como o Estaleiro do Almirantado (Адмиралтейские верфи e ex-"Estaleiro número 194"), o Estaleiro do Báltico (Балтийский завод, ex-"Estaleiro 189") e o "Severnaya Verf" (Estaleiros do Norte - Северная верфь, ex-"Estaleiro 190"). Atualmente, quase toda a indústria naval de defesa está subordinada à nova holding estatal OSK.

Uma Corveta da classe Steregushchiy
Uma Corveta da classe SteregushchiyUma Corveta da classe Steregushchiy
Uma Corveta da classe Steregushchiy
Uma Corveta da classe SteregushchiyUma Corveta da classe Steregushchiy
Navio patrulha oceânico da classe 22160
Navio patrulha oceânico da classe 22160Navio patrulha oceânico da classe 22160
Navio patrulha da classe 22460 'Rubin'
Navio patrulha da classe 22460 'Rubin'Navio patrulha da classe 22460 'Rubin'
Bureau Severnoye: Corveta do projeto 22500
Bureau Severnoye: Corveta do projeto 22500Bureau Severnoye: Corveta do projeto 22500

Fragata do projeto 11356
Fragata do projeto 11356Fragata do projeto 11356
Fragata do projeto 11356
Fragata do projeto 11356Fragata do projeto 11356
IMDS2011-048
IMDS2011-048IMDS2011-048
Hovercraft pequeno de patrulha projeto 20970 'Chilim'
Hovercraft pequeno de patrulha projeto 20970 'Chilim'Hovercraft pequeno de patrulha projeto 20970 'Chilim'
IMDS2011-050
IMDS2011-050IMDS2011-050

O "Jardim das Pedras" dos russos

Na época da União Soviética não havia como aceitar depender de fornecedores no exterior para qualquer componente dos navios de guerra soviéticos. Cada sistema, por mais complexo ou difícil de ser desenvolvido, tinha que ser adquirido sempre da indústria local. Hoje, a despeito de todo o processo de transformação em curso, existe ainda um grande número de bureaus e empresas especializadas em sistemas navais, que na falta de um grande programa de aquisição de meios pela Marinha Russa luta para se manter tecnologicamente competitivo nos seus segmentos específicos.

Minisubmarinos Triton
Minisubmarinos TritonMinisubmarinos Triton
Submarino diesel/elétrico Amur/Lada
Submarino diesel/elétrico Amur/LadaSubmarino diesel/elétrico Amur/Lada
Submarino Improved Kilo
Submarino Improved KiloSubmarino Improved Kilo
Submarino Improved Kilo
Submarino Improved KiloSubmarino Improved Kilo
Projeto vencedor de concurso público de design
Projeto vencedor de concurso público de designProjeto vencedor de concurso público de design

Curiosamente uma coisa que une um grupo destas empresas é sua atração por nomes "temáticos" minerais. As empresas Rubin (rubi), Almaz (diamante), Ametist (ametista), Granit (granito), Agat (ágata),  Aquamarin (berilo), Malachite (malaquita), Yantar (âmbar) e Izumrud (esmeralda) fazem parte deste grupo tão particular.

Esta maquete não é mais do que um brainstorm genérico
Esta maquete não é mais do que um brainstorm genéricoEsta maquete não é mais do que um brainstorm genérico
Existe influencia do 'Swordship' da DCNS e do DDG-1000 aqui
Existe influencia do 'Swordship' da DCNS e do DDG-1000 aquiExiste influencia do 'Swordship' da DCNS e do DDG-1000 aqui
Outro vencedor do concurso de design
Outro vencedor do concurso de designOutro vencedor do concurso de design
Aqui a inspiração é claramente o LCS-2
Aqui a inspiração é claramente o LCS-2Aqui a inspiração é claramente o LCS-2
Aqui a inspiração é claramente o LCS-2
Aqui a inspiração é claramente o LCS-2Aqui a inspiração é claramente o LCS-2

Outro grupo de empresas usa nomes "navais" e “marítimos” como a Neptune, a Iceberg, Atoll, Gorizint (horizonte), Vympel (flâmula), Meridian, Arktika, Arsenal, Burevestnik (petrel) e Yakor (âncora).

Hovercraft de desembarque anfíbio Zubr
Hovercraft de desembarque anfíbio ZubrHovercraft de desembarque anfíbio Zubr
A Marinha da Grécia estranhamente usa este modelo
A Marinha da Grécia estranhamente usa este modeloA Marinha da Grécia estranhamente usa este modelo
Corveta Gepard 3.9
Corveta Gepard 3.9Corveta Gepard 3.9
IMDS2011-064
IMDS2011-064IMDS2011-064
UAV de asas rotativas BPV-500
UAV de asas rotativas BPV-500UAV de asas rotativas BPV-500

Mas a dúvida maior que as guia é se existe espaço dentro do novo mundo comandado pela OSK para todos estes players. Para seus engenheiros-chefe e administradores a grande questão hoje em dia é: se houver uma consolidação forte, sua empresa será a "compradora" ou a "comprada", no final?

Mini UAV mBPV-12-B
Mini UAV mBPV-12-BMini UAV mBPV-12-B
IMDS2011-067
IMDS2011-067IMDS2011-067
Cabeças de guiagem para mísseis
Cabeças de guiagem para mísseisCabeças de guiagem para mísseis
UAV leve
UAV leveUAV leve
Conceito para ecranoplano do futuro: Tchaika-2
Conceito para ecranoplano do futuro: Tchaika-2Conceito para ecranoplano do futuro: Tchaika-2

A recente decisão da Marinha Russa de adquirir navios de projeto francês deixou esta comunidade muito preocupada. Diretores de estaleiros vieram a público anunciar que a indústria russa tinha toda a capacidade de produzir navios daquele tipo, mas sua crítica foi efetivamente “atropelada” pelo interesse do governo russo de colocar as suas mãos nas mais atuais práticas de construção e de administração de programa de construção naval. Além do " o que", desta vez o governo russo estava realmente em busca do "como". Conectado diretamente com esta nova política industrial, no âmbito civil, vários estaleiros novos foram anunciados em parceria com grandes empresas de construção como a STX na Ilha de Kronstadt, perto de São Petersburgo, um programa orçado em cerca de um bilhão de dólares. Do outro lado do país, outro estaleiro está sendo construído em sociedade a empresa coreana Daewoo (DSME), perto da cidade de Vladivostok, no Pacífico.

UAV leve asas rotativas
UAV leve asas rotativasUAV leve asas rotativas
Turbina de uso naval Saturn M70FRU
Turbina de uso naval Saturn M70FRUTurbina de uso naval Saturn M70FRU
Radar rebocado para navios pesqueiros!
Radar rebocado para navios pesqueiros!Radar rebocado para navios pesqueiros!
Maquete de navio com sonar de casco a mostra da empresa Severodvinsk
Maquete de navio com sonar de casco a mostra da empresa SeverodvinskMaquete de navio com sonar de casco a mostra da empresa Severodvinsk
Detalhe da instalação do sonar na maquete
Detalhe da instalação do sonar na maqueteDetalhe da instalação do sonar na maquete

Console de sonar
Console de sonarConsole de sonar
IMDS2011-077
IMDS2011-077IMDS2011-077
Radar aeronáutico Zhuk-AE
Radar aeronáutico Zhuk-AERadar aeronáutico Zhuk-AE
radar de helicóptero Kopye-A
radar de helicóptero Kopye-Aradar de helicóptero Kopye-A
Stand da holding estatal OSK
Stand da holding estatal OSKStand da holding estatal OSK

A exposição externa

Além das centenas de maquetes exibidas no interior do salão de exibição, a localização à beira mar do local permitiu que fossem exibidos vários navios fabricados pela indústria russa.

Stand da Rosoboron com painel destacando a Gepard
Stand da Rosoboron com painel destacando a GepardStand da Rosoboron com painel destacando a Gepard
Com estas roupas elas parecem saidas de um Anime...
Com estas roupas elas parecem saidas de um Anime...Com estas roupas elas parecem saidas de um Anime...
Fragata 22356
Fragata 22356Fragata 22356
Missil do CIWS Kashtan
Missil do CIWS KashtanMissil do CIWS Kashtan
CIWS Kashtan
CIWS KashtanCIWS Kashtan

Na Rússia, cada classe proposta ou colocada em produção é identificada por seu número de "projeto". Neste ano, foi apresentado ao público visitante a corveta “Soobrazitelny", segundo navio do projeto 20380; o submarino St. Petersburg, do projeto 677; a lancha de desembarque sobre colchão de ar “Mordovia”, do projeto 12322; o navio patrulha Volgodonsk, do projeto 21630, lancha de desembarque Serna, do projeto 11770; navio anti-sabotagem Grachonok, do projeto 21980; o navio patrulha Sobol, do projeto 12200 e o navio de patrulha de fronteiras Mangust, do projeto 12150.

Rifle para Sniper com tiro em esquina
Rifle para Sniper com tiro em esquinaRifle para Sniper com tiro em esquina
Projetis para canhões navais
Projetis para canhões navaisProjetis para canhões navais
Sistemas de televisão e vídeo embarcados
Sistemas de televisão e vídeo embarcadosSistemas de televisão e vídeo embarcados
Maquete de COC 'genérico'
Maquete de COC 'genérico'Maquete de COC 'genérico'
Mísseis SAM Klub disfaçado em container
Mísseis SAM Klub disfaçado em containerMísseis SAM Klub disfaçado em container

Sitema costeiro Klub-N
Sitema costeiro Klub-NSitema costeiro Klub-N
Corveta Classe Steregushchiy
Corveta Classe SteregushchiyCorveta Classe Steregushchiy
Patrulheiro Volgodonsk (dir.) e Corveta Soobrazitelny
Patrulheiro Volgodonsk (dir.) e Corveta SoobrazitelnyPatrulheiro Volgodonsk (dir.) e Corveta Soobrazitelny
A bandeira comemorativa da Marinha russa
A bandeira comemorativa da Marinha russaA bandeira comemorativa da Marinha russa
Fragata Yaroslav Mudriy
Fragata Yaroslav MudriyFragata Yaroslav Mudriy

Os visitantes estrangeiros

A marinha alemã, este ano, se fez representar em São Petersburgo por um de seus navios mais modernos, a fragata Hamburg, da classe "F124". Junto deles estavam ainda a fragata americana da classe OHP USS Carr FFG-52 e a fragata holandesa da classe “M”/Karel Doorman, a HMNLS Van Amstel. Os três navios atracaram no píer existente ao lado do Centro de Convenções Lenexpo. Durante a exposição houve um “Open Ship Day”que levou mais de 3000 moradores de São Petersburgo a visitar os conveses exteriores da Hamburg.

Fragata Yaroslav Mudriy
Fragata Yaroslav MudriyFragata Yaroslav Mudriy
Proa da Yaroslav Mudriy. Detalhe Canhão100mm
Proa da Yaroslav Mudriy. Detalhe Canhão100mmProa da Yaroslav Mudriy. Detalhe Canhão100mm
Passadiço da Yaroslav Mudriy e RBU-6000
Passadiço da Yaroslav Mudriy e RBU-6000Passadiço da Yaroslav Mudriy e RBU-6000
Detalhe da proa da Yaroslav Mudriy
Detalhe da proa da Yaroslav MudriyDetalhe da proa da Yaroslav Mudriy
Prancha da Yaroslav Mudriy
Prancha da Yaroslav MudriyPrancha da Yaroslav Mudriy

Dentro do pavilhão, várias empresas ocidentais como os estaleiros DCNS e STX e os fabricantes de motores MTU e Wärtsilä, entre muitos outros, mostravam o claro interesse da indústria européia pelas oportunidades de venderem seus produtos para a Marinha Russa. Um fato que a recente venda do navio de múltiplos propósitos francês Mistral provou ser possível. Ou, talvez mais ainda, para tentar pegar uma "carona" nas recentes exportações de material naval de defesa anunciados pela indústria russa para terceiros países. Um navio militar é uma máquina muito complexa, composto por centenas de sistemas e dezenas de milhares de componentes que podem ser adquiridos de qualquer parte, até mesmo da indústria do seu ex-oponente geopolítico. Enquanto a indústria americana não recebe incentivos para isso do seu governo, a indústria européia trata de arranjar as maneiras possíveis para sobreviver aos profundos cortes orçamentários que se abateram sob as encomendas locais, depois do fim da Guerra Fria e principalmente depois da recente crise econômica global.

Canhão de 100mm da Yaroslav Mudriy
Canhão de 100mm da Yaroslav MudriyCanhão de 100mm da Yaroslav Mudriy
Radar Cross Sword ao fundo
Radar Cross Sword ao fundoRadar Cross Sword ao fundo
Radar do Sistema de Direção de Tiros
Radar do Sistema de Direção de TirosRadar do Sistema de Direção de Tiros
Casulo dos mísseis 3M24
Casulo dos mísseis 3M24Casulo dos mísseis 3M24
Casulo dos mísseis 3M24
Casulo dos mísseis 3M24Casulo dos mísseis 3M24

CIWS Kashtan
CIWS KashtanCIWS Kashtan
CIWS Kashtan
CIWS KashtanCIWS Kashtan
Hangar da Yaroslav Mudriy
Hangar da Yaroslav MudriyHangar da Yaroslav Mudriy
Hangar da Yaroslav Mudriy
Hangar da Yaroslav MudriyHangar da Yaroslav Mudriy
Torre de controle do Convoo
Torre de controle do ConvooTorre de controle do Convoo

A fragata Yaroslav Mudryy e a Corveta Steregushchiy

Em paralelo com o IMDS 2011 dois navios da última geração estavam abertos à visitação pública em São Petersburgo, lamentavelmente a nossa agenda tão corrida não nos permitiu visitá-los por dentro.

Popa da Yaroslav Mudriy
Popa da Yaroslav MudriyPopa da Yaroslav Mudriy
Detalhe da placa com nome da fragata
Detalhe da placa com nome da fragataDetalhe da placa com nome da fragata
Prancha de acesso
Prancha de acessoPrancha de acesso
Popa da Yaroslav Mudriy
Popa da Yaroslav MudriyPopa da Yaroslav Mudriy
Popa da Yaroslav Mudriy
Popa da Yaroslav MudriyPopa da Yaroslav Mudriy

A Yaroslav Mudryy (727) é a segunda unidade da classe Project 11540, seguindo-se à Neutrashimy. Ambas foram construídas no Estaleiro Yantar em Kaliningrad. O terceiro navio desta classe teve sua construção interrompida quando ainda se encontrava 30% completo. Embora ela só tenha sido aceita pela Marinha da Rússia em 21 de junho de 2009, foram necessários 17 anos para poder ficar pronta, efeito direto da falta de verbas para reequipamento naval e também da consequente desorganização da indústria naval russa neste período.

Mastros dos Radares
Mastros dos RadaresMastros dos Radares
Radar Tridimensional Top Plate
Radar Tridimensional Top PlateRadar Tridimensional Top Plate
Radar Tridimensional Top Plate - Detalhe
Radar Tridimensional Top Plate - DetalheRadar Tridimensional Top Plate - Detalhe
Mastro do Top Plate
Mastro do Top PlateMastro do Top Plate
Mastro do Top Plate
Mastro do Top PlateMastro do Top Plate

Mastro de Sensores
Mastro de SensoresMastro de Sensores
Kite Screech no detalhe à direita
Kite Screech no detalhe à direitaKite Screech no detalhe à direita
Radar Cross Sword
Radar Cross SwordRadar Cross Sword
Submarino-Museu Classe Whiskey
Submarino-Museu Classe WhiskeySubmarino-Museu Classe Whiskey
Vela do Submarino-Museu Whiskey
Vela do Submarino-Museu WhiskeyVela do Submarino-Museu Whiskey

Tipo: Fragata multipropósito com ênfase em guerra antisubmarina (ASW)

Deslocamento: 3.800 toneladas (normal), 4.400 toneladas (carga plena)

Comprimento: 129,60 m

Boca: 15,60 m

Calado: 5,60 m

Potência total da propulsão: 110,000 hp

Propulsão: COGAG (turbinas a gás) com 2 eixos

Velocidade máxima: 30 nós

Tripulação: 210

Sensores e sistemas de processamento:

Radar: 1x "Top Plate", 2x "Palm Frond", "Cross Sword", 1x "Kite Screech"

Sonar: Sonar de proa de baixa frequência e Sonar rebocado de profundidade variável (VDS)

Armamento:

Mísseis anti navio: 16x Kh-35 Uran/SS-N-25 Switchblade (quatro lançadores quádruplos)

Mísseis antiaéreos (SAM): 4x 8 lançadores verticais (VLS) para SA-N-9 "Kinzhal" (sistema Tor naval - OTAN: "Gauntlet")

ASW: 1x RBU-6000 - lançador de foguetes com cargas de profundidade de 12 tubos

Canhões: 1x canhão de 100mm e 2x sistemas de defesa anti-míssil Kashtan (CIWS)

Torpedos: 6x tubos de 533mm montados na superestrutura para mísseis ASW (RPK-2 Viyuga/SS-N-15 Starfish) ou torpedos Type 53 ASW/ASuW

Aeronave: 1x helicóptero antisubmarino (ASW) Ka-27

Submarino-Museu Classe Whiskey
Submarino-Museu Classe WhiskeySubmarino-Museu Classe Whiskey
Submarino-Museu Classe Whiskey
Submarino-Museu Classe WhiskeySubmarino-Museu Classe Whiskey
Proa do Whiskey
Proa do WhiskeyProa do Whiskey
Bandeira soviética no S-189
Bandeira soviética no S-189Bandeira soviética no S-189
Vela do S-189
Vela do S-189Vela do S-189

Detalhe da proa do Whiskey
Detalhe da proa do WhiskeyDetalhe da proa do Whiskey
S-189 -- Classe Whiskey
S-189 -- Classe WhiskeyS-189 -- Classe Whiskey
Corveta Steregushchiy - Primeira da Classe
Corveta Steregushchiy - Primeira da ClasseCorveta Steregushchiy - Primeira da Classe
Corveta Steregushchiy
Corveta SteregushchiyCorveta Steregushchiy
Corveta Steregushchiy
Corveta SteregushchiyCorveta Steregushchiy

 

Tipo: Corveta Pesada Multipropósito

Deslocamento: 2.200 toneladas

Comprimento: 104,5 m

Boca: 11,0 m

Calado: 3,70 m

Potência total da propulsão: 23.664 hp

Propulsão: CODAD (4 motores a Diesel)

Velocidade máxima: 26 nós

Tripulação: 90

Sensores e sistemas de processamento:

Radar: Furke-E 3D; Garpun-B/3Ts-25E/PLANK SHAVE; Ratep 5P-10E Puma;

Sonar: Zarya-ME; Vinyetka (Radar Ativo/Passivo de baixa frequência)

Armamento:

Mísseis anti navio: 12 células VLS Redut no lugar das duas CIWS Kashtan; 2 lançadores quádruplos de mísseis de cruzeiro P-800 Onix ou 6 3M-54 Klub (também antisubmarino ou 8 Kh-35

ASW: 6 RPK-9 Medvedka

Canhões: 1x canhão de 100mm e 2x sistemas de defesa anti-míssil Kashtan (CIWS)

Metralhadoras: 2 MPTU de 14.5 mm

Torpedos: 2 tubos duplos de 533mm ou 8 tubos de 324mm para Panket-NK

Aeronave: 1x helicóptero antisubmarino (ASW) Ka-27

Conclusão

Parece que todos os fatores finalmente estão convergindo, em bases sustentáveis, para que a Rússia volte a ser um importante exportador de navios, tanto militares, quanto civis para determinados nichos específicos de mercado. As graves deficiências estruturais da indústria vêm sendo corrigidas passo a passo, dentro da atuação da nova holding estatal russa para o setor de construção naval OSK. Os pedidos para novos navios finalmente estão sendo colocados pela marinha russa e a decisão de se partir para novos modelos que em nada deixam a dever em relação aos seus concorrentes europeus. Por serem ofertados a preços muito agressivos, está-se abrindo um importante espaço no mercado global para a indústria russa. Mantendo-se estas tendências atuais, a IMDS de 2013 tem tudo para ser ainda mais impressionante do que a deste ano.

Detalhe do Passadiço
Detalhe do PassadiçoDetalhe do Passadiço
Radar SR-10 Puma, de lado
Radar SR-10 Puma, de ladoRadar SR-10 Puma, de lado
Radar de direção de mísseis (na ''caixa'')
Radar de direção de mísseis (na ''caixa'')Radar de direção de mísseis (na ''caixa'')
Radar Furke E, 3D (na ''esfera'')
Radar Furke E, 3D (na ''esfera'')Radar Furke E, 3D (na ''esfera'')
Tijupá da Steregushchiy
Tijupá da SteregushchiyTijupá da Steregushchiy

Não deixe de ler nossas reveladoras entrevistas com os principais estaleiros e escritórios de projeto naval da Rússia aqui.

Equipamento de Sinalização
Equipamento de SinalizaçãoEquipamento de Sinalização
Mastro de Antenas e MAGE
Mastro de Antenas e MAGEMastro de Antenas e MAGE
Detalhe da Lancha de bordo
Detalhe da Lancha de bordoDetalhe da Lancha de bordo
Metralhadora MTPU 14.5mm
Metralhadora MTPU 14.5mmMetralhadora MTPU 14.5mm
Prancha da Steregushchiy
Prancha da SteregushchiyPrancha da Steregushchiy

Prancha da Steregushchiy
Prancha da SteregushchiyPrancha da Steregushchiy
Popa da Steregushchiy
Popa da SteregushchiyPopa da Steregushchiy
Helicóptero Ka-27
Helicóptero Ka-27Helicóptero Ka-27
Helicóptero Ka-27 (Detalhe da cauda)
Helicóptero Ka-27 (Detalhe da cauda)Helicóptero Ka-27 (Detalhe da cauda)
Helicóptero Ka-27 no Convoo
Helicóptero Ka-27 no ConvooHelicóptero Ka-27 no Convoo

''Steregushchi'' em cirílico
''Steregushchi'' em cirílico ''Steregushchi'' em cirílico
Bandeira da Marinha Russa
Bandeira da Marinha RussaBandeira da Marinha Russa
Nem só de empresários viveu a IMDS 2011
Nem só de empresários viveu a IMDS 2011Nem só de empresários viveu a IMDS 2011

 

 

 

Last Updated on Wednesday, 28 December 2011 18:48
 

Translate

Browse this website in:

Busca Rápida
Serial
(FAB, MB ou EB)


Copyright © 2018 Base Militar Web Magazine. All Rights Reserved. Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.